Publicidade – previsões para 2003


09/12/2002

A recuperação dos investimentos publicitários em todo o mundo vai começar no ano que vem, mas o movimento será lento e fraco. A previsao é da Zenith Optimedia, controlada dos grupos Publicis e Cordiant, e engloba os principais meios – TV, midia impressa, rádio, cinema, outdoor e Internet. A projeçao é de crescimento de 2,9% para 2003. A retomada será impulsionada pelo mercado americano, que responde pela metade dos investimentos globais em propaganda.

Outras duas previsões para a retomada dos investimentos publicitários nos EUA foram apresentadas esta manhã em Nova Iorque durante a 30a conferência anual do UBS Warburg sobre comunicação. Robert Coen, diretor de pesquisa da Universal McCann, do grupo Interpublic, projeta que os investimentos vão crescer 5% em 2003, totalizando US$ 249,3 bilhões. Para 2002, a expectativa é de encerrar o ano com avanço de 2,6%, somando US$ 237,4 bilhões. Coen não aposta em um boom, mas vê um cenário mais positivo que o de 2002.

John Perriss, CEO da Zenith Optimedia, apresentou números menos favoráveis. Antecipa crescimento de 1,9% em 2003, totalizando US$ 146,1 bilhões. Para 2002, a expectativa é de que os investimentos alcancem US$ 143,5 bilhões, o que representa avanço de 1,3% sobre o ano passado. Os dois executivos concordam que a recuperação mais significativa do mercado americano só ocorrerá em 2004, em funçao das eleiçoes presidenciais e dos Jogos Olimpicos.

Ana Kelner

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *