Propaganda offline casada com publicidade online potencializa resultados No ratings yet.

16032011

Uma matéria da Folha de São Paulo informava que o anunciante que veicular uma mensagem na mídia tradicional e estendê-la ao site dos mesmos veículos terá uma propaganda mais eficaz. A conclusão pertence a um estudo criado pela agência Euro RSCG, feito com 53 veículos sobre sobre hábitos de mídia em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Segundo o vice-presidente de Mídia da agência, Luiz Padilha, “uma campanha que combine online e offline pode incrementar em até 60% a frequência – o número de vezes em que o público visualiza o anúncio – de um plano de mídia”.

O “casamento de mídias” foi capaz de gerar aumento de 1.000% na audiência do endereço virtual de um programa de TV aberta enquanto a atração era transmitida. O estudo mostrou, entretanto, que no caso de jornais e rádios, a oscilação é menor, mas com mais duração.

Há pouco tempo aconteceu uma situação semelhante conosco, que foi um bom exemplo do quanto é importante o “casamento” do online com o offline.

Há alguns meses foi publicada uma matéria no jornal do SBT sobre sites de leilões de centavos, e algum tempo depois também a Revista Época tratou do assunto.

Na verdade, as duas matérias foram mérito da assessoria de imprensa de um dos principais sites de leilão que acabou, nesse dia, sendo derrubado devido ao grande número de visitantes. Ficou fora do ar praticamente o dia todo. Esse é um exemplo de um resultado negativo (do site) de uma ação positiva (da assessoria). Ocorreu que o site não estava preparado.

Mas falávamos da importância do casamento do online com o offline. Bom, nesse dia, o interesse das pessoas foi tão grande pelo assunto, que, ao procurarem no Google por palavras relacionadas ao assunto, vejam que site os internautas localizaram entre as primeiras posições.

RESULTADO: mesmo sem ter sido mencionado na matéria, a audiência do site de leilões Mukirana, cliente da agência emarket, aumentou mais de 150% nesse dia, atingindo quase 40.000 visitas. E qual foi a procedência dessas visitas? Google, é claro. O site no dia anterior teve 4.500 visitas provenientes do Google e no dia que saiu a matéria, foram 21.000 visitas. Claro que isso ocorreu às excelentes posições do site decorrentes do trabalho de SEO (Search Engine Optimization ou Otimização para Sites de Busca) realizado pela emarket.

Exemplo clássico de bons resultados que resultaram do casamento de ações online e offline, não acham?

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *