Procempa vai implantar Internet pela rede elétrica


19/01/2006

Está em fase de desenvolvimento o plano piloto que visa instalar Power Line Communication (PLC) em dois postos de saúde da família na Restinga, bairro pobre de Porto Alegre, um ponto onde a fibra óptica não chega. “Essa tecnologia permite a transmissão de dados, voz e imagem, incluindo conexão à Internet, via rede elétrica”, explicou o gerente de Operações da Procempa, Lafaiete Everardi. “A grande vantagem é que, com esse sistema, implantado em parceria com a CEEE (Companhia Estadual de Energia Elétrica), se utiliza de estrutura já existente, dispensando novas obras”, detalha.

Posteriormente, a medição de água e luz também poderá ser feita através desta conexão, com acesso remoto pela companhia elétrica e pelo Dmae para efetuar cortes e reestabelecimentos do serviço. Também participam desse projeto a Ufrgs e o Senai, com o desenvolvimento de equipamentos e o financiamento das pesquisas, respectivamente. “Esperamos para o fim deste ano os primeiros ensaios em campo”, projeta Everardi.

Em Candiota, a CEEE vai desenvolver um plano piloto, em parceria com a Associação das Empresas de Infra-estrutura e Sistema Privados de Telecomunicações (Aptel), Procempa e Procergs, chamado Vila Digital, que levará inclusão digital à cidade.

O projeto é resultado, também, de um apoio da Comunidade Européia, através do Ópera, programa que estuda o PLC e estabelece convênios com países de Terceiro Mundo para o financiamento de pesquisa e desenvolvimento da tecnologia. A Aptel é a organização brasileira credenciada ao Ópera para a implementação de PLC no Brasil. O sistema já existe em Barreirinhas, no Maranhão, e num condomínio popular de São Paulo.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.