Pregão eletrônico faz governo de PE economizar R$ 20,4 mi


24/08/2004

O governo do Estado de Pernambuco economizou R$ 20,4 milhões com compras públicas ao completar um ano de implantação da operação pela modalidade de pregão eletrônico. O sistema resultou em uma redução superior a 17,5% entre a verba prevista de cerca de R$ 114,6 milhões e o total gasto, de R$ 94,2 milhões para o período.

O teste foi feito com um portal público e gratuito e, a partir deste ponto, o governo percebeu que, para atuar em escala, seria necessário um projeto próprio, completamente integrado com os demais sistemas do Estado, com tempo de resposta e suporte à altura da demanda. Pernambuco implantou a solução Paradigma WBC Public, presente em 50% dos 24 portais de compras públicas já existentes no País. O governo afirma que o maior deles é o da Bolsa Eletrônica de compras de São Paulo, que projeta alcançar 40 mil transações em 2004, com negócios de mais de R$ 200 milhões.

Na administração direta, que compreende o que foi adquirido pela Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, entre outros órgãos e secretarias, foram concluídos 341 pregões eletrônicos, com a participação de 251 empresas fornecedoras, sendo 58% delas de Pernambuco e 42% de outros estados. O valor negociado por empresas de Pernambuco e de outros Estados obteve o mesmo índice. Do total dos R$ 83,1 milhões negociados, R$ 48,1 milhões foram de empresas fornecedoras de Pernambuco e outros R$ 34,9 milhões de empresas de outros estados. (segue)

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.