Portal de anúncios ZAP estréia com 200 mil ofertas

08/01/2007

Estreou no último dia 07, o ZAP, o maior portal de anúncios classificados do mercado brasileiro. Resultado da parceria entre o Grupo Estado e a Infoglobo (empresa de jornais das Organizações Globo), o ZAP entra no ar com mais de 200 mil anúncios, distribuídos em quatro seções com ofertas de veículos, imóveis e empregos, além de uma área batizada de Mix, que reúne oportunidades de negócios, como venda de antiguidades, games, coleções ou utensílios usados.

Para os usuários, a partir de agora, basta conectar-se e navegar por um só endereço para obter vasta gama de informações sobre produtos e serviços. O portal não tem similar em outros sites de classificados online. Para os anunciantes, pessoas físicas e jurídicas, o novo portal oferece espaços com preços que oscilam de R$ 8,00, para anúncio simples pelo prazo de um mês na seção Mix, destinada a pessoas físicas, a até R$ 2 mil, para pacotes mais complexos de planos corporativos.

O ZAP, como explica o diretor executivo da operação, Roberto Nascimento, nasce com proposta de navegação bastante simplificada, capaz de permitir ao usuário obter o maior número de ofertas com um menor número de cliques. ‘Nos sites disponíveis atualmente no segmento de classificados online, as respostas para uma busca de produtos vêm em bloco, deixando a navegação bem mais demorada’, diz.

Organizado por um sistema de filtros específicos, o ZAP pretende dar ao internauta mais alternativas em uma única página. ‘Na busca para a compra de um carro, por exemplo, uma vez discriminado fabricante, modelo, Estado e cidade, surge na tela uma página com as opções na categoria e também os destaques oferecidos, o que facilita a escolha’, diz Nascimento.

Após essa primeira etapa, um novo clique sobre a opção mais atraente na tela fará o usuário acessar uma ficha detalhada do veículo, com até 20 fotos, além de pôr à disposição um mapa de localização para que o comprador chegue concretamente à escolha virtual que acabou de fazer.

O novo portal de classificados online do Grupo Estado e da Infoglobo é uma evolução da plataforma Planeta Imóvel, existente desde 2000 na internet, que virou o maior site do mercado imobiliário do País. As duas empresas decidiram aperfeiçoar o sistema, ampliar a oferta de serviços e unir suas estruturas comerciais com a expertise em venda de classificados. A empresa ZAP passa assim a contar com mais de 400 vendedores, além de representantes em todo o Brasil, comercializando a versão online dos anúncios dos jornais O Estado de S. Paulo e Jornal da Tarde, do Grupo Estado, e também O Globo e Extra, da Infoglobo. O Diário de S. Paulo, da Infoglobo, entrará no projeto no futuro.

A tendência dos anúncios classificados na internet vem crescendo rapidamente no mundo. Grandes grupos de comunicação, como, por exemplo, os jornais americanos The New York Times e Washington Post, já estão desenvolvendo alternativas para venda no suporte online. No Brasil, o potencial do mercado de classificados é estimado em R$ 200 milhões. ‘Entramos para concorrer com os grandes participantes do negócio da internet, e nossa meta é ser o portal líder na categoria’, aposta Antônio Hércules Jr., diretor de Marketing e Mercado Leitor do Grupo Estado. ‘Já estamos engatilhando parcerias com outros jornais do País para incrementar o volume de anúncios no ZAP.’

O novo portal buscou inspiração em iniciativas de sucesso do gênero em seus países de origem, caso dos sites FINN, norueguês, e Classified Ventures, americano, como lembra o diretor do ZAP. O portal vem funcionando experimentalmente com as áreas comerciais dos dois grupos fazendo a pré-venda de anúncios em condições especiais para seus clientes. Entre as ofertas testadas está a venda de um tipo de anúncio que abre a possibilidade de os anúncios veiculados nos jornais participantes poderem incluir um ZAP-id (código) que, ao ser digitado no ZAP, trará mais informações sobre o veículo ou o imóvel à venda ou a vaga de emprego oferecida. No ZAP, o anúncio poderá mostrar fotos, vídeos e outros dados detalhados da oferta.

O modelo de negócios do ZAP inclui três fontes de geração de receita. A primeira são os anunciantes que desejam veicular publicidade online, com as ferramentas habituais do segmento como banners, DHTML, patrocínio, ou e-mail marketing. A outra é a venda de espaço para anúncios de empresas como imobiliárias, concessionárias de veículos e companhias que buscam profissionais para seus quadros. A última é a venda de anúncios para pessoas físicas que desejam oferecer imóveis e veículos ou divulgar currículo.

Promoção
Na atual fase de inauguração, o ZAP está promovendo para os clientes pessoa física a possibilidade de pôr na seção de empregos o currículo básico gratuitamente. ‘Só vai pagar um adicional quem quiser incrementar o espaço’, explica o diretor do Estado Hércules Jr.

Entre os serviços disponíveis no portal está o ZAP Fone, que permite aos anunciantes medir o retorno das ligações recebidas originadas pelo portal. Desenvolvido com a tecnologia AJAX, que facilita a navegação, o ZAP aplica um programa que rastreia com precisão a navegação do visitante. Além dos classificados, o ZAP acrescenta conteúdo às páginas de classificados. Há notícias, dicas, podcasts e vídeos com temas dos segmentos que são comercializados. São informações fornecidas pelos jornais e agências de notícias dos dois grupos de comunicação associados.

O usuário interessado em receber informações sobre alguma das seções poderá optar por configurar um alerta via SMS ou e-mail e, assim, receber um aviso quando um anúncio dentro do perfil desejado entrar na base de dados do portal. ‘Montamos uma estrutura ágil capaz de atualizar e oferecer, tanto aos clientes quanto aos usuários, informações frescas, o que é de fundamental importância para a credibilidade de um site de classificados online’, diz Eduardo Schaeffer, diretor de Produto do ZAP.

Site relacionado: www.zap.com.br

Marli Ribeiro

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.