POP espera faturar R$ 1 milhão com compras eletrônicas


23/01/2003

O POP, provedor de internet grátis, está expandindo seu canal de comércio eletrônico, o POP Store, com o lançamento de um sistema de busca. Segundo Roberto Almeida, vice-presidente de marketing da companhia, o objetivo é aumentar as vendas em mais de 50% e atingir um faturamento de R$ 1 milhão este ano.

“O serviço deixa de ser uma loja virtual e passa a funcionar como um shopping online. A ferramenta permitirá ao cliente procurar em outros sites produtos que não encontrou em nossa página, comprando a partir do nosso canal”, explica. A implantação da tecnologia foi viabilizada em parceria com o site de buscas Bondfaro.com.

Almeida revela que o e-commerce é uma importante fonte de receita para o provedor, juntamente com a venda de banners. “A expectativa é de que o POP Store responda por 60% do faturamento. Mas também estamos buscando outras iniciativas”, afirma. O POP almeja posicionar sua loja virtual entre as cinco maiores do país em vendas, além de buscar o equilíbrio financeiro até o final de 2003.

A estratégia da empresa inclui novos produtos, canais de venda e parcerias. E uma das iniciativas mais importantes é a expansão da área de atuação do provedor, que começará pela região Sudeste. “Com a entrada nestes estados, a tendência é crescermos bastante, pois mesmo sem estarmos presente, já figuramos na décima posição entre os portais mais visitado”, destaca.

Para oferecer seus serviços na região, o POP está em fase de negociação com as operadoras. “Estamos buscando não só as melhores condições de preço, mas a manutenção da qualidade, fator mais difícil. A previsão é operar no Sudeste até o final do primeiro semestre”, completa.

Ligia Sanchez é repórter dos Hot Sites

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.