Petrobras dá o mesmo tratamento à mídia online e offline

02/07/2009

Apesar de toda exposição na mídia causada pela polêmica de publicar a íntegra de respostas dadas aos jornalistas, a Petrobras está investindo em links patrocinados nas redes Adwords e Adsense  do Google e também no Yahoo Search Marketing para anunciar e divulgar o seu blog Fatos e Dados.

Segundo a assessoria da estatal, foram gastos R$ 50.000,00, por um período de 30 dias, para a veiculação de anúncios nos sites de busca Yahoo e Google, em seis outras redes de pesquisa, entre elas Terra, Ig e MSN e em 12 portais de conteúdo. A empresa justifica o investimento com os resultados obtidos. Em 17 dias de campanha foram mais de 106 mil cliques que remeteram ao blog, o que representa aproximadamente 6 mil acessos por dia.

Segundo a Petrobrás, no seu planejamento de mídia, a internet recebe o mesmo tratamento que os veículos tradicionais. Os meios digitais são considerados de extrema importância, pela eficiência que apresentam e pela associação da marca da Companhia à inovação e avanço tecnológico.

A Petrobras tem realizado campanhas na internet com o objetivo de trazer usuários aos sites e hotsites da empresa, facilitando o acesso direto à página e direcionando internautas interessados em visitar os conteúdos online da Companhia. No caso do Blog Fatos e Dados, a campanha de links patrocinados tem como objetivo potencializar a visitação ao site e, consequentemente, ampliar a divulgação de informações e esclarecimentos da Companhia em relação à CPI. O uso de links patrocinados é uma das estratégias que a Petrobras adota em campanhas na internet, que podem incluir, ainda, veiculação de banners, vinhetas, anúncios, quizz, entre outros.

Conforme informado no próprio blog, a Petrobrás entende que o uso de link patrocinado é recomendado em campanhas online pela sua eficácia em atrair internautas e pelo baixo custo de investimento se comparado ao da mídia gráfica na internet (banners e outros formatos).

Os conceitos e valores que a Petrobrás dá à publicidade na internet estão corretos. É ótimo saber que uma empresa desse porte pense que a internet deve receber a mesma importância dos veículos tradicionais. Mais uma razão para tornar a campanha mais rentável então. Em parte, concordo com o fato defendido em matéria publicada pelo portal Comunique-se de que não seria necessário anunciar o blog nos links patrocinados visto que a própria polêmica divulgada amplamente já seria suficiente para atrair audiência, dispensando, portanto investimentos nesse sentido. Segundo me consta, a utilização correta da verba contribui para tornar uma campanha mais rentável. A utilização de blogs em campanhas de marketing e comunicação é uma estratégia totalmente adequada, mas a empresa poderia reduzir os investimentos na divulgação do blog se postasse adequadamente as informações no próprio blog, que certamente apareceria muito bem posicionado nos resultados orgânicos dos sites de busca, o que não acontece. O sistema de blog WordPress permite a publicação de posts de forma otimizada fazendo com que esses posts sejam facilmente localizados nos sites de busca.

Parece que os responsáveis pela comunicação da estatal não estão muito preocupados em criar um blog otimizado para os sites de busca. É muito mais fácil pagar links patrocinados. E caro também. Mas dinheiro não é o problema.

Para a Petrobrás pelo menos. Mas o mesmo não pode ocorrer com as empresas que devem empreender seus esforços de marketing com responsabilidade. O sucesso de qualquer campanha está vinculado à eficácia das ações e aos valores investidos.

E para você empresário, o que é melhor? Pagar ao Google e ao Yahoo “pelo resto da vida” para o seu site aparecer ou ter um site ou um blog bem otimizados e entre as primeiras posições sem custos adicionais “pelo resto da vida”?

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *