Pesquisadores suíços criam câmera que \”vê\” em 3 dimensões


14/10/2003

A primeira câmera do mundo capaz de “ver” em três dimensões, ao medir a distância entre os diferentes objetos que capta, foi inventada por um grupo de pesquisadores suíços e será comercializada em um futuro próximo sob uma forma parecida à de uma câmara usada pela web. O aparelho foi batizada como “Swiss Ranger 2” e tem um dispositivo que permite registrar em um segundo até 30 imagens em branco e preto, mas que incluem em cada pixel a indicação da distância ao objeto captado.

A câmara, cujo preço pode ser em torno de 100 euros se for produzida em série, pode interessar a vários setores ligados a indústria. De acordo com os inventores, a Swiss Ranger pode ter várias aplicações práticas, como sensores para portas automáticas, elevadores ou fitas transportadoras, olho robótico, ajudas para pessoas de visão limitada.

A precisão é quase perfeita – com milímetros de diferença – alcance de até sete metros e a resolução de 124 pixel por 160. Os cientistas que criaram a câmera, pertencentes ao Centro Suíço de Eletrônica e Microtécnica (CSEM), de Neuchatel, assim como a empresa encarregada da industrialização do produto, receberam por sua invenção o Prêmio Europeu da Tecnologia da Sociedade de Informação de 200 mil euros.

Para medir as distâncias, o sensor do “Swiss Ranger” usa o princípio da velocidade da luz, segundo Peter Seitz, inventor da câmera e diretor do laboratório de foto do CSEM. A equipe de Seitz colaborou com a empresa alemã ZMD, de Dresden, para adaptar um sensor convencional à medida da velocidade da luz. Segundo o cientista suíço, o projeto tem caráter transnacional e concretamente europeu.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.