Paridade entre múltiplos de UOL e Google é injustificável No ratings yet.


31/01/2005

O banco de investimentos norte-americano Merrill Lynch iniciou a cobertura das ações do UOL na última segunda-feira, recomendando a venda dos papéis.Entre as justificativas para a sugestão, múltiplos em linha com os de Google e Yahoo!.

Paridade sem fundamentos, acredita a Merrill Lynch, dadas as diferenças entre o mix de negócios dos portais e no perfil de crescimento.

Cabe ressaltar que esta foi a segunda recomendação de ‘venda’ dada aos papéis do UOL em menos de dez dias. Na semana passada, o UBS também atribuiu esta sugestão às ações, cujo preço-alvo foi fixado em R$ 7,54, bem abaixo da atual cotação em Bolsa.

Necessidade de desconto frente aos pares internacionais

Segundo a Merrill Lynch, não há razões para que o UOL apresente múltiplos em linha com os de Google e Yahoo!. O crescimento do mercado brasileiro de publicidade via internet, apesar de estar acelerando, ainda suscita dúvidas no curto prazo, diferentemente dos mercados onde atuam Google e Yahoo!.

Ademais, o banco lembra que estes últimos são players globais, com amplas oportunidades de expansão de seus negócios, enquanto as opções de crescimento para o UOL restringem-se ao âmbito doméstico.

UOL conta com maiores riscos

Também de forma diferente de seus pares internacionais, o UOL não conta com uma tecnologia forte de busca. Por fim, a Merrill Lynch lembra que o UOL atua no Brasil, onde os riscos macroeconômicos e políticos são bem superiores às regiões de onde Google e Yahoo! extraem a maior parte de suas receitas.

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *