ONGs vão lançar página na internet com nome de candidatos investigados

26/07/2006

Os eleitores de cinco estados deverão ter em breve um site com informações sobre candidatos a deputados federais que respondem processos na Justiça ou que são investigados. O nome da página será “SOS Eleitor” e será mantido pelas organizações Transparência Brasil e Contas Abertas

“Nosso objetivo com a criação do site é que o eleitor possa ter informações sobre quem está se recandidatando e também sobre os que pretendem ter um mandato de deputado federal”, disse Fernando Antunes, da organização não governamental (ONG) Transparência Brasil.

Antunes esteve hoje (25) no Congresso Nacional, junto com Gil Castelo Branco, da ONG Contas Abertas. Os dois se encontraram com integrantes da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Sanguessugas. E acrescentou: “Nossa idéia é trabalhar com informações que indiquem a possibilidade do candidato não merecer o voto do eleitor. Inicialmente seria uma lista negativa de candidatos”.

Existem muitas informações sobre os candidatos a deputado federal e, segundo o representante da Transparência Brasil, caberá aos organizadores do site organizar essas informações para auxiliar o eleitor em outubro próximo. “Vamos selecionar nomes dos candidatos a partir de informações das CPIs do Mensalão, dos Sanguessugas, do Banestado, da sociedade e de órgãos públicos. Vamos também ao Supremo Tribunal Federal, ao Tribunal Superior Eleitoral para verificar quais parlamentares estão respondendo processos, para informar aos eleitores”, informou Fernando Antunes.

O representante da ONG Contas Abertas disse que em uma semana o proejto piloto deverá estar praticamente pronto, delineado para que eles retornem à CPI dos Sanguessugas para nova reunião com os parlamentares e também para definição do endereço e data de lançamento. “Acho que podemos ajudar o eleitor que sente falta de informações sobre os candidatos. Entendemos que o eleitor precisa de mais informações para que possa melhor selecionar os seus candidatos”, informou.

Agência Brasil

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.