O YouTube e o Joost

29/08/2007

Não faz muito tempo, fiquei umas semanas sem poder trabalhar (ou fazer praticamente qualquer outra coisa) devido a um problema de coluna. Mas já foi resolvido com agulhadas de acupuntura e choques de fisioterapia – incrível como os tratamentos soam como tortura. Durante esse tempo, eu usava o PC deitado na cama e minha diversão era assistir ao Youtube e ao Joost.

Aproveitei, então, o tempo entre sessões de acupuntura para pensar na estratégia de cada um. O YouTube é feito de vários clipes amadores, com resolução muito ruim. Suas fontes de renda são anúncios de texto via Google e destaques para vídeos patrocinados. Já o Joost tem programas feitos por grandes empresas, incluindo MTV e CNN. Tem intervalos comerciais de gigantes como Coca-Cola e Vodafone e qualidade que impressiona, mesmo se comparada a
DVDs e TV a cabo digital.

Dessa forna, se você encontrasse alguns milhões no bolso, investiria em quem? No
site feioso cujos sucessos são Ruth Lemos, nutricionista do “Sanduiche-iche”, e a Narcisa Tambodindeguy jogando ovos da janela? Ou investiria numa das empresas de mídia mais badaladas dos últimos tempos, criada pelos inventores do KazaA e do Skype?

Eu investiria no site que passa “As Árvores Somos Nozes”. Por quê? Bom, desde que voltei à vida “normal”, esqueci do Joost. Mas não passa um dia sem que me mandem um video interessante ou engraçado do YouTube. E eu assisto. Afinal posso parar alguns segundos (até um minuto inteiro, às vezes) e ver o clipe. Mas ninguém vai parar meia hora de trabalho para ver Bridezillas em tela cheia no Joost.

Os fundadores do YouTube alfinetam o Joost, dizendo que a empresa apenas replica o modelo atual de televisão. É a pura verdade. Claro que o Joost possui uma tecnologia interessante, mas nada que não possa ser imitado por uma operadora de TV a cabo, por exemplo. O Joost sem dúvida é uma tecnologia interessante. Mas ainda tem que comer muito feijão com arroz digital pra brigar com o YouTube. Se fosse apostar em um dos dois, qual você escolheria? Eu jogo minhas fichas no You Tube-ube.

Por Emerson Niide

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *