Novo site do eBay permite ajudar pessoas pobres

12/11/2007

NOVA YORK – O eBay, maior serviço de leilões e pagamentos online do mundo, lançou nesta quarta-feira, 24, um site que permite a investidores comuns comprar títulos voltados a melhorar as condições nos países mais pobres do mundo.

O MicroPlace permitirá que pessoas invistam quantias a partir de US$ 100 para apoiar o desenvolvimento em áreas empobrecidas.

O chamado microcrédito é a provisão de empréstimos, poupança, seguros e outros serviços financeiros básicos a domicílios e empresas de baixa renda, tipicamente sem caução.

Essas são operações comuns nas economias emergentes, onde as pessoas têm mais entraves para obter empréstimos bancários.

O microcrédito funciona em mais de cem países, e em geral as fontes de recursos são instituições financeiras ou investidores mais ricos.

O método ganhou renome em outubro do ano passado quando o economista Muhammad Yunus, de Bangladesh, o pioneiro do conceito, criado em 1976, e o Grameen Bank, criado por ele, receberam o Prêmio Nobel da Paz.

"Os mercados de capitais estão apenas despertando para essa classe de ativos", disse Tracey Pettengill Turner, fundadora e gerente geral da MicroPlace, em entrevista. "Isso é diferente porque estamos falando do primeiro serviço online que permitiria que investidores comuns aplicassem seus recursos em microcrédito, para obter retorno sobre seus investimentos e ao mesmo tempo ajudar a combater a pobreza mundial."

Turner afirmou que trabalhou em Bangladesh, e no Grameen Bank, ao se formar na Stanford Business School, em 1998. Ela disse ter vendido o site MicroPlace ao eBay em junho de 2006.

Outro site de microcrédito, Kiva.org, anunciou na semana passada que montou uma carteira de empréstimos de US$ 13 milhões em seus primeiros dois anos de atividade, o que lhe permite ajudar cerca de 20 mil empresários.

Outros sites que operam nesse segmento são o Village Banking, da Finca International, e o Accion, da Accion International.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.