Novo mundo e novas tecnologias

07/12/2007

A Accenture anunciou hoje suas expectativas para 2008 e um estudo sobre a economia global. Com mais de 6400 colaboradores, a empresa investiu mais de 700 milhões de dólares na capacitação de seus funcionários. Para o próximo ano, de acordo com Roger Ingold, presidente da companhia, a intenção é contratar mais 3000 colaboradores e investir na especialização das áreas para manter os serviços eficientes, passando pela concepção estratégica, transformação e ação dos diversos projetos que a empresa direciona.

Porém, Ingold disse que o grande problema atualmente é encontrar profissionais capacitados para atender o mercado que está cada dia mais veloz e em constante modificação. O executivo listou os principais cenários que devem nortear a demanda da companhia no próximo ano. "No setor de comunicação, acredito que portabilidade numérica, o 3G e a TV digital devem mexer bastante com o mercado, pois demandam uma grande reestruturação da tecnologia. No setor financeiro, acredito que a expansão do crédito e a recente aquisiçaõ do ABN pelo Santander impulsionará a mudanças de algumas estratégias", afirma. Além disso, o presidente citou o impacto da baixa renda no mercado consumidor e a tecnologia SOA como assuntos que devem ser mais explorados em 2008.

Para Ricardo Chisman, diretor da área de tecnologia da Accenture "Soa foi uma curiosidade dem 2007. Mas no final deste ano já vemos projeto muito mais estruturados e muita gente já começará 2008 com a execuçaõ desses planos", diz. Ele conta que a vertical de Telecom é a que mais se interessa pela tecnologia por conta da complexa integração dos processos. Em seguida, o interesse maior é do serviço financeiro e por fim a indústria.

Assim como 2007 foi o ano da descoberta do SOA, 2008 deve ser um ano de investigação em torno da web 2.0 e as empresas devem se preocupar em como usar as novas ferramentas da internet além do entretenimento, buscando maximizar os negócios. "A tecniologia ainda precisa amadurecer, e depois disso, o mercado corporativo precisa compreender como usar a nova geração da internet para solucionar seus problemas. O que eu vejo no mercado é que muitas perguntas aparecem com relação a isso, mas as respostas não são muito claras", diz. Além dessas tendências, Chisman aposta também na virtualização e na mobilidade que devem ganhar um pouco mais de maturidade.

Tendências na economia global

A Accenture também anunciou as mudanças no cenário global que devem refletir diretamente na maneira de fazer negócios e na gestão das empresas. A idéia é que a economia mundial passa por um momento de transformação, influenciada pelo surgimento de diversos centros de negócios e tecnologia, que se contrapõem a hegemonia das grandes nações.

Com isso, novas potências começam a surgir e segundo Ingold, até 2015, Índia e Coréia do Sul devem fazer parte da lista das principais economias globais, ao lado dos brasileiros e chineses. O estudo "O surgimento do Multi Polar" afirma que trÊs elementos explicam essa realidade: as novas tecnologiaS, a abertura de mercados e a expansão de empresas de mercados emergentes para outras regiões.

Além disso, a pesquisa apontou uma nova onda de talentos vindo de países em desenvolvimento, uma alteração do fluxo de capitais, a dificuldade de lidar com a falta de recursos e o surgimento de novos consumidores. 
 

Por Fabiana Lopes

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.