MS divulga primeiro Service Pack para aplicação SQL Server 2005


19/04/2006

A Microsoft divulgou o primeiro pacote de serviços para o SQL Server 2005 nesta quarta-feira, consertando dezenas de bugs e pavimentando o caminho para que mais empresas atualizem a versão mais recente do seu software de banco de dados.

A atualização chega cerca de cinco meses após o lançamento do aplicativo, projetado pela Microsoft para ser mais competitivo com produtos de líderes do setor, como a Oracle e a IBM.

Grande parte das empresas não se apressa em aplicar as correções da primeira atualização de um software, preferindo esperar até que outros usuários já tenham experimentado, acredita David Cartwright, um desenvolvedor freelance de software no Reino Unido que trabalho no setor de banco de dados.

Assim como consertar cerca de 40 falhas, o Service Pack 1 incorpora diversas novas funções ao software, incluindo a função de espalhamento de um banco de dados já pronto, que foi atualizada a partir de uma versão de testes em seu primeiro lançamento.

O espelhamento do banco de dados – que cria uma cópia dos dados pronta para uso caso o banco principal se perca – é tipicamente mais fácil de formatar que um processo de clustering, disse Cartwright.

A companhia também adicionou dois componentes ao SQL Server 2005 Reporting Services, para suportar relatórios corporativos usando um software de inteligência de negócios da SAP. O SP1 também incorpora uma tecnologia parecida ap P2P para replicação transacional. A tecnologia permite que assinantes de um banco de dados acessem transações em outros bancos.

A versão gratuita do banco de dados, a SQL Server 2005 Express Edition, também foi atualizada com uma ferramenta de gerenciamento gráfico. Administradores sem acesso a ferramentas de desenvolvimento especial tinham que usar uma linha de comando em DOS para acessar versões antigas de bancos de dados, disse Cartwright.

O Service Pack 1 para o SQL Server 2005 pode ser baixado no site da Microsoft.

*Jeremy Kirk é editor do IDG News Service, em Londres.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.