Microsoft quer roubar da Apple mercado de música online


06/09/2004

A número um da informática mundial escolheu fazer este lançamento discretamente, ao anunciá-lo através de um simples comunicado em seu site na Internet, sem recorrer à fanfarra que cerca seus habituais lançamentos.

O serviço lançado hoje nos Estados Unidos é uma versão experimental, batizada de MSN Music Preview. Está prevista uma apresentação completa “antes do próximo outono” boreal, disse uma porta-voz da empresa.

O jornal The Wall Street Journal, que testou o produto antecipadamente para compará-lo ao iTunes, garante que a versão final 1.0 do MSN Music estará disponível em 12 de outubro.

“É típico que muitos dos novos produtos da Microsoft (…) sejam lançados no mercado com erros de novatos e cercados de promessas que com o tempo, melhorarão”, vaticinou o jornal nesta quinta-feira.

No momento, o MSN Music permite o download de metade dos títulos que a Microsoft tem licença, um total de 500.000, ao preço unitário de 99 centavos de dólar, o mesmo cobrado pela Apple e outros sites de música similares.

Na seleção de álbuns completos, os últimos discos da Madonna ou do Metallica estarão disponíveis a partir desta quinta-feira e os dos Red Hot Chili Peppers e Radiohead, antes do fim do mês.

Para o especialista do centro de estudos Forrester Research, Josh Bernoff, a Microsoft precisará de “quatro a seis meses” para chegar ao segundo lugar do mercado americano da música on-line, atrás da Apple, que garante ter conquistado 70% do mercado de downloads legais e com 100 milhões de canções vendidas em 16 meses, supera toda a concorrência. (segue)

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.