Microsoft pesquisa formatos publicitários para novos serviços


21/03/1006

A Microsoft acaba de anunciar o início de testes para veiculação de anúncios publicitários no Office Live, Windows Live Mail e MSN Spaces. O estudo inclui três filiais brasileiras de companhias globais – Coca-Cola, Fiat e Claro -, e representa o início da aproximação entre os anunciantes e o público online da empresa. O desenvolvimento dos produtos publicitários ajudará a gerar renda para o crescimento da gama de serviços online oferecidos pela companhia como web hosting e email, entre outros.

‘A publicidade é um importante modelo de negócios para a Microsoft em todo o mundo, pois cada vez mais os anunciantes tornam-se globais’, disse Joanne Bradford, vice-presidente de Global Sales e Marketing da Microsoft Corporate.

Coca-Cola Brasil, Fiat, Claro, JCPenney e Monster Worldwide, Inc. estão entre as 20 empresas participantes da fase inicial de testes. O estudo dos diversos formatos de anúncios auxilia na definição de quais modelos oferecem o melhor retorno de investimentos aos anunciantes ao mesmo tempo em que agregam valor ao consumidor.

Os anúncios no Windows Live estão em testes no MSN Spaces na Austrália e Itália e os de Windows Live Mail em diversos mercados em todo o mundo, incluindo Brasil, Estados Unidos, Inglaterra, França, Alemanha, Itália, Espanha, Canadá, Austrália e China. Os modelos de anúncio para Office Live estão sendo inicialmente testados nos Estados Unidos e as cotas para a versão beta já estão esgotadas. Testes continuarão a ser realizados em diversos países e em outros sites e serviços da Microsoft em 2006, enquanto pesquisas adicionais são realizadas com aproximadamente 100 anunciantes em outros nove mercados a fim de verificar as necessidades e as melhores soluções para publicidade no Windows Live Testes.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.