Mensagem da Al-Qaeda na Web pode ser impossível de rastrear


05/12/2002

Uma mensagem supostamente enviada pela Al-Qaeda via Internet assumindo a responsabilidade pelos ataques da semana passada no Quênia oferece sérias dificuldades aos investigadores que querem traçar a origem da alegação, disseram ontem especialistas em computação.”Se você sabe o que está fazendo, é possível esconder seus passos na Internet bem a ponto de torná-los impossíveis de rastreamento”, disse Mikko Hypponen, diretor da F-Secure, uma empresa de segurança da computação sediada em Helsinki.Em declaração postada na última segunda-feira em um site islâmico, um grupo que alega ser o “escritório político da Qaeda al-Jihad” anunciou ter executado os ataques contra um hotel e um jato de uma linha aérea israelense no Quênia, uma semana atrás.”Os combatentes da Al-Qaeda voltam ao mesmo lugar onde a coalizão entre os cruzados e os judeus foi atingida há quatro anos”, dizia o comunicado, em referência aos sangrentos ataques contra as embaixadas norte-americanas em Nairóbi e Dar es Salaam.O “Exército da Palestina”, uma organização até agora desconhecida, também assumiu a responsabilidade pelos ataques da quinta-feira, em uma declaração enviada por fax a uma organização libanesa de mídia.A suposta mensagem da Al-Qaeda foi postada em árabe no site www.azfalrasas.com, nome que se pode traduzir como “melodia dos tiros”, e mostra um fuzil AK-47 e um tanque.O site se classifica como o primeiro chat de jihad (guerra santa) na Internet, e o autor da mensagem sobre o atentado do Quênia está registrado como “Bin Laden, o combatente islâmico”. Um segundo site que postou a mensagem a acompanhou com fotos de Bin Laden.(segue)

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.