Marketing colaborativo é o marketing da hora, a bola da vez

31/08/2009
 
A internet evolui à velocidade da luz. Ou será que a internet já tem uma velocidade própria maior que a velocidade da luz? O marketing através da internet também. O primeiro formato de publicidade onilne que encantou anunciantes e agências foi o banner, que apesar de ser ainda muito utilizado, já caiu muito na preferência tanto de anunciantes como dos consumidores. A internet até pouco tempo era o meio onde se buscava informação e agora está se tornando no veículo onde se produz informação e conteúdo. A prova disso pode ser vista principalmente nos blogs e nos sites de vídeos e fotos.
 
Então, o banner "caiu" porque era o anunciante “empurrando”/forçando a pessoa a ver tal anúncio e os internautas ao invés de meras expectadores (como na tv, aquele modelo de publicidade antigo, sabe?) são os "donos do baralho". São eles que mandam, que produzem conteúdo, selecionam, indicam, elogiam. E condenam à morte também.
 
O e-mail marketing e os sites de busca foram o próximo passo depois do banner. Eles continuam sendo o xodó porque na verdade são muito utilizados pela grande maioria dos internautas. Diz-se que em torno de 80% de todo tráfego da internet se inicia nos sites de busca e quem não dá uma olhada na sua correspondência eletrônica ao menos uma vez por dia?
 
Mas isso começa a mudar. As novas gerações já não usam tanto essas duas ferramentas. Esse pessoal mais novo (desde o meu filho de 15 anos ao jovem adulto de pouco mais de 20 anos) já não utiliza tanto o e-mail para enviar mensagens. Eles se comunicam através do Orkut ou do seu blog, por exemplo.
 
Também vi uma reportagem outro dia que os utilizados mais descolados estão usando o YouTube como fonte de pesquisa, oque era feito antes praticamente apenas nos sites de busca.
 
A bola da vez é as redes sociais. O marketing em redes sociais, assim como nos sites de busca, é eficiente exatamente porque permite a comunicação com os consumidores quando eles estão procurando a informação. Por isso o mercado publicitário despertou para essa nova modalidade (nova até quando?) para divulgação de informação, conteúdo e novidades.
 
Destaco os dois formatos – sites de busca e redes sociais – porque eles acabam se fundindo. Explico. Um complementa o outro. Ampliar as referências a seu site em comunidades e redes sociais é uma arma do marketing para buscadores. Mas essas referências e indicações só valem quando há relevância e pertinência, senão é gol contra.
 
Se as redes sociais estão sendo cada vez mais utilizadas e se esses ambientes pemitem a publicação de contéudo, podemos utilizá-las como estratégia de marketing em sites de busca. Todos esses links distribuídos em todos esses sites vão colaborar para o bom posicionamento nos buscadores mas também vão se tornar fonte de captação de visitantes de forma direta.
 
Divulgar seu site para que ganhe referências em ambientes Web 2.0 é uma forma de tornar o site mais conhecido nos sites de relacionamento e também nos buscadores. Os usuários das redes sociais pesquisam, acham a sua comunidade, vídeo, post ou artigo, comenta e recomenda para amigos que indicam para outros amigos… É o marketing viral ou o famoso (e antigo) "boca a boca". Assim todo esse conteúdo e também o site de quem o produziu fica conhecido na rede social e os links surgem naturalmente.
 
O marketing através de redes sociais e em sites de busca é o marketing na internet no início do século 21. É o marketing da internet em 2009, hoje, agora.


Ricardo Prates Morais
é consultor em web marketing, diretor da agência emarket e editor do blog Publicidade na Web

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.