Marcas não sabem utilizar sites de relacionamento social No ratings yet.

30/06/2008

Carlos Martinho

As marcas não estão a utilizar convenientemente os sites de relacionamento social, segundo um estudo da JupiterResearch, revelado ontem. O relatório, intitulado «Branded Social Networking Pages: Best Practices for Successfully Engaging Users», afirma que metade dos anunciantes que investe em páginas dentro de redes de relacionamento social têm menos do que mil utilizadores «amigos».

Segundo o estudo, o problema está na forma como as marcas constroem as suas páginas, sendo que, em vez que convidarem os utilizadores a interagirem com elas, limitam-se a distribuir conteúdos e publicidade. Assim, a maior parte dos anunciantes constroem as suas páginas como se fosse microsites de marketing, e não como uma plataforma para aumentar a relação e interactividade com os consumidores.

«A maior parte dos marketeers não sabem como relacionar-se com os sites de relacionamento social», explica o director de pesquisa da JupiterResearch, Nate Elliott. «Demasiados anunciantes criam páginas chatas e não-interactivas e esperam que o marketing viral consiga trazer utilizadores às suas páginas», conclui.

A solução está no desenvolvimento de concursos e jogos, que duplicam o número de utilizadores e «amigos» das marcas. A Marmite e a Nike são vistas como duas das marcas que melhor utilizam esta ferramenta, tendo a primeira chegado aos 92.054 fãs no Facebook e a segunda aos 60.472.

A Marmite, explica ainda a JupiterResearch, promove a discussão e encoraja os seus membros a fazer sugestões sobre como pode a marca melhorar os seus produtos.

A página dos Smarties, da Nestlé, por outro lado, atraiu apenas 517 utilizadores ao Facebook.

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *