Mais de 60% das empresas usam principalmente os sites de busca para marketing

09/06/2009

Assim como os demais setores, quem trabalha com mídia digital também se deparou com o questionamento sobre como a crise impactaria o setor. É o que afirma o diretor da recém-formada Associação Brasileira de Agências Digitais (ABRADi), Paulo Henrique Ferreira. Segundo ele, que também é diretor da associação paranaense do setor (APRADi), a procura pela divulgação e venda de produtos pela internet tem aumentado nos últimos meses.

Os investimentos vão desde a criação de newsletters (informativos disparados por e-mail), uso de sites de relacionamento para interagir com os públicos de interesses até a atualização de sites já existentes visando o melhor posicionamento nos resultados de mecanismos de busca. O principal deles, como todo mundo já sabe, é o Google (com 94,8% de market share).

De acordo com o diretor da ABRADi, os empresários estão cada vez mais atentos ao fato de que a maioria de seus clientes procura um serviço através de mecanismos como esse. No entanto, poucos sabem que existem vários critérios para se posicionar um site nos primeiros resultados. Entre eles, a forma de apresentação do conteúdo, seleção de palavras-chave adequadas e a qualidade técnica na produção, são características cruciais para se alcançar posições de destaque nos sites de busca. Paulo Henrique Ferreira esclarece que, quando um site é elaborado de acordo com padrões internacionais de Internet, ele é melhor posicionado.

Além disso, sites como o Google, também selecionam páginas que citam o serviço ou o produto de forma concisa e clara. “Quem investe na qualidade do projeto e nas informações do site, ganha uma melhor colocação nos mecanismos de busca, a consequência natural é o grande aumento das transações através da internet”, afirma o diretor da entidade.

Esses procedimentos fazem parte do trabalho chamado de Search Engine Optimization (SEO), em inglês, ou Otimização para Sites de Busca. É o formato mais democrático e "barato" de publicidade disponível hoje na internet ou fora dela.

Outra forma de captar clientes através dos sites de busca é com a utilização de anúncios através de links patrocinados, que podem custar a partir de R$ 0,05 o clique. Mas, como os links patrocinados funcionam em forma de leilão, onde o anunciante que pagar mais aparece na frente, uma campanha pode ter um custo por clique facilmente em torno de R$ 1,00 a R$ 2,00 ou mais.

“Tendo seu anúncio exibido no topo dos sites de busca, a chance de retorno também aumenta”, analisa Paulo Henrique Ferreira.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.