Lojas virtuais prevêem vendas 30% maiores No ratings yet.


23/02/2005

O comércio eletrônico projeta, para este ano, uma receita 30% maior que a do ano anterior, chegando a R$ 2,3 bilhões. Em 2004, o faturamento foi de R$ 1,75 bilhão no ano passado, crescimento de 47% em relação ao ano anterior. Dezembro e novembro de 2004 foram responsáveis por quase um quarto do faturamento anual. Os dados são da 11ª edição do Web Shoppers, relatório elaborado pela e-bit em parceria com a Câmara-e.net.

De acordo com a sondagem, em dezembro o tíquete médio atingiu R$ 330, maior valor desde que a e-bit começou a acompanhar a evolução do setor, em 2001. No último Natal, entre 15 de novembro e 23 de dezembro, o e-commerce faturou R$ 284 milhões, 39% a mais que em igual período do ano anterior. Se comparado a 2003, o valor médio das compras do ano passado sofreu uma elevação de 9%, passando de R$ 284 para R$ 308. Em 2001, o tíquete médio foi R$ 205.

No ano passado, os CDs, DVDs e vídeos representaram 29% das vendas natalinas e foram campeões de vendas. Em 2003, no entanto, a participação dos artigos foi maior e chegou a 29% das vendas do Natal. Crescimento foi observado entre os eletrônicos (TV, som, vídeo), que passaram de 11% das vendas natalinas em 2003 para 14% no ano passado e assumiram a segunda colocação dos mais vendidos, passado os livros, revistas e jornais, que registraram queda de 3%. Os itens de saúde e beleza e eletrodomésticos foram mais vendidos em 2004.

Um dos fatores que contribuem para o incremento de receita do comércio eletrônico no ano passado é o aumento do número de produtos oferecidos pelas lojas virtuais e número de compras pela Internet.

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *