Linux é usado em painéis nas ruas de São Paulo


04/07/2003

A Provetucs apresentou na Linuxcorp, evento encerrado ontem em São Paulo, a placa-mãe baseada em Linux para automação de parque industrial. O hardware tem a função de gerenciar equipamentos com saída serial. Para as máquinas que não possuem esta conexão, a empresa também apresentou um aparelho chamado coletor de dados. A placa PSBC 3825 acompanha um teclado e uma tela. O produto funciona da seguinte maneira: um operador digita comandos que serão enviados para as máquinas conectadas. Com a placa, é possível determinar o horário de funcionamento e a velocidade de produção dos equipamentos. De acordo com Gilberto Santos, o serviço já é utilizado, com outro sistema operacional, há 12 anos pela Gerdau em suas indústrias siderúrgicas.

Novos recursos estão disponíveis nesta versão para Linux. Para facilitar a comunicação entre as fábricas de uma empresa, estão embutidos um aparelho telefônico da Siemens, que utiliza o chip GSM, e uma pequena antena para o envio de sinais. Pode-se conectar a esse dispositivo, um notebook ou PDA para acessar a Internet via GSM.

A placa da Provectus também estará presente nas painéis eletrônicos produzidos pela Spyder, utilizados pela Companhia de Engenharia de Tráfego nas ruas de São Paulo. Com o equipamento, as mensagens sobre problemas no trânsito poderão ser divulgadas nos painéis, via Internet, pela própria CET, tornando desnecessários os terminais locais, que antes realizavam a função.

Magnet

Wellington Otto Bahnemann

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.