Leis anti-spam ainda não surtiram efeito


24/05/2004

O volume de mensagens eletrônicas indesejadas (spam está aumentando cada vez mais, contrariando expectativas de que o volume de mensagens não solicitadas diminuiria após legislação reguladora. É o que notaram autoridades norte-americanas após aprovação da lei CAN-SPAM, em dezembro de 2003, que regulamenta o envio de mensagens de marketing não solicitado através da internet.

É o que afirmam representantes do serviço de filtragem de spam Postini, que anunciaram processar cerca de 1,3 bilhão de mensagens de propaganda não desejada por semana. Segundo a empresa, o número de spam, quando relacionado ao total de mensagens de e-mail na internet, aumentou de 78% em janeiro para 83% no início de maio.

Segundo a Comissão Federal de Comércio (FTC, em inglês) norte-americana, apenas no final de abril é que foram solucionados os dois primeiros casos de crime envolvendo envio de spam. As duas empresas de marketing pela internet Phoenix Avatar, dos EUA, e Global Web Promotions, da Austrália, foram multadas por divulgarem produtos falsos – hormônios para crescimento humano e supostas pílulas para emagrecimento.

Ainda de acordo com o FTC, as mensagens enviadas pelas duas companhias foram responsáveis por mais de 889 mil reclamações de internautas entre 1º de Janeiro e 24 de abril de 2004. (segue)

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *