Leilão reverso para exportação

O laboratório farmacêutico Sanofi-Synthélabo, no Brasil desde 1977, descobriu no leilão reverso uma forma de comprar materiais estratégicos, como embalagens de papelão para medicamentos, de maneira mais ágil e econômica. A matriz, localizada na França, possui uma plataforma tecnológica utilizada mundialmente para o serviço de cotação e costuma assistir às negociações online realizadas pelo Mercado Eletrônico (www.me.com.br) para a unidade brasileira.

Este ano, a filial brasileira realizou, no mesmo dia, em horários diferentes, três leilões reversos eletrônicos para a aquisição de cartuchos para medicamentos, além de materiais e mão-de-obra para a reforma do almoxarifado. Se somada, a economia alcançada no preço final, em relação aos preços inicialmente estipulados, chegou a 18,16%.

“O processo de negociação é conduzido em uma plataforma ágil, transparente, segura e fica totalmente documentado. O fornecedor participa da negociação em sua empresa e cercado de todo o seu pessoal de apoio, o que dá maior segurança no momento de efetuar ofertas mais agressivas. Esta ferramenta introduz no processo limites de tempo e urgência. A famosa e última negociação, a qual sempre pedimos a melhor oferta, tem data e hora para acontecer”, explica Alfredo Guedes, gerente de compras da Sanofi-Synthélabo. (segue)

Fábio Barros

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.