Internet oferece segmentação, interatividade e resultados

A publicidade na internet não é mais questão de futuro. Hoje é uma realidade no marketing mundial. É claro que no Brasil, assim como em outros países do dito 3o mundo, as novidades vieram chegando aos poucos, isso lá na primeira fase da internet, de 1994 até 2005 mais ou menos. A partir daí, a internet se proliferou de uma forma que o Brasil sempre foi, por exemplo, o país com maior audiência no Orkut e o lugar onde os internautas passm mais tempo online (apesar das nossas pobres conexões).

Um novo relatório apresentado pela Interactive Advertising Bureau (IAB Brasil), revelou que, apesar dos investimentos em publicidade online representarem apenas 5% do total, poderão atingir R$ 1,5 bilhão até o final de 2011, obtendo um crescimento de 25% em comparação com o ano de 2010.

Apesar da resistência das agências de publicidade (é! isso mesmo que você leu!) que destinam um pedaço muito pequeno do grande bolo publicitário para o meio online, os empresários e pequenos empreendedores estão atentos ao movimento do mercado e a internet vem se destacando cada vez mais quando o assunto é interação e resultados.

A procura por um melhor desempenho e a possibilidade de segmentar a audiência intensificam o aumento do ROI (retorno de investimento) na publicidade online e isso tem atraído cada vez mais os anunciantes. Independente do tipo de anúncio (links patrocinados, banners, e-mail marketing, redes sociais) todas as empresas utilizam a rede para divulgar sua marca ou produtos com o mesmo objetivo a ser alcançado: performance. Mesmo que a campanha seja focada em branding, o que todo anunciante busca é atingir a maior parcela possível de pessoas.

Assim, a mídia online vem ganhando força no mercado publicitário. Além de tudo que já foi dito tem um outro fator muito importante que faz com que aumente o interesse dos anunciantes pela publicidade digital. A mídia online é o meio mais democrático, uma vez que permite que anunciantes de todos os portes marquem presença. Isso seria impossível TV aberta, por exemplo. Você já viu anúncios de pequenas empresas na maior TV aberta brasileira, a Globo? E no maior site do mundo (Google)?

É na internet que as pessoas (seus consumidores) passam a maior parte do tempo. E mais: até 2020 a cobertura da Internet será semelhante à da TV aberta.

Portanto, é na internet que qualquer empresa, seja do porte que for, pode e deve investir para buscar seu espaço.

 

Ricardo Prates Morais é consultor em web marketing da agência emarket e editor do blog Publicidade na Web.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.