“Internet é mídia das mídias”, afirma diretor do UOL

19/11/2008

Para Gil Torquato, diretor corporativo do UOL que esteve em Porto Alegre e palestrou na Federasul, no fim de outubro, a internet se concolidou como a "mídia das mídias" no Brasil, oferecendo conteúdo de jornal impresso, televisão, rádio, música e diversas outras plataformas. A idéia foi discutida durante a palestra "A tecnologia na vida das pessoas", que o executivo apresentou, nesta terça-feira, no Meeting de Tecnologia da Federasul.

Torquato apontou que o mês de julho de 2008 apresentou um acúmulo de 42,6 milhões de usuários de internet no Brasil, de acordo com pesquisa do Ibope NetRatings, que indicou uma alta de 28% em relação aos números de julho de 2007. A estimativa é de fechar o ano com 45 milhões de usuários "A internet já é a segundo maior mail de massa do Brasil, atrás apenas da televisão aberta", disse. O país também apresenta o maior tempo médio de navegação no mundo: são quase 25 horas por mês que o internauta fica conectado.

De acordo com Torquato, o potencial de crescimento ainda é grande, pois mesmo tecnologias como a da TV Digital, pelo menos no Brasil, ainda carecem de maior interatividade. "O maior investimento da TV digital tem sido na alta-definição de imagem e na mobilidade, enquanto na internet o forte deve ficar no conteúdo on-demand e na interação por parte do público", analisou. Destacando a tecnologia 3G como um passo importante na evolução da mobilidade da internet e outros meios, o executivo alertou para a necessidade de aumentar a facilidade de manuseio de celulares e blackberries. "O uso desses equipamentos precisa se tornar mais amigável à navegação na internet", salientou.

Na esteira dessas inovações, segundo Torquato, as empresas estão, cada vez mais, percebendo que a internet é um bom investimento por seu potencial de negócios e vendas. O faturamento é grande também na área da publicidade. "Apesar de, no Brasil, a internet ainda representar apenas 5% do bolo publicitário, esse setor deve crescer cerca de 45% nos próximos anos", acredita o executivo.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.