Internet é alvo para fraudes de roubo de identidade


23/01/2003

O número de fraudes online vem crescendo de forma constante nos últimos meses e passou a representar uma grande porção de todas as reclamações de consumidores relacionadas a roubo de identidade nos Estados Unidos no ano passado, informou o USA Today.

Segundo dados recentes da Comissão Federal de Comércio (FTC) americana, o roubo de identidade – prática de forjar cartões de crédito e executar compras ou contas rapidamente com o nome de outra pessoa – contabilizou 43% de todas as 380 mil reclamações registradas em 2002 pela agência e outros órgãos de defesa de consumidor nos EUA.

Além disso, os responsáveis pela proeza estão cada vez mais utilizando a Internet para procurar parceiros de fraude dispostos a atrair novas vítimas. Eles aproveitam-se de sites e e-mails para lançar seus planos, ao invés de usar o telefone ou o correio para realizar suas artimanhas – métodos mais comuns antigamente.

De acordo com a FTC, 47% das queixas das vítimas de fraude – aquelas não relacionadas a roubo de identidade – estavam ligadas à Internet, um volume bem acima dos 31% reportados em 2000.

O órgão estima que os consumidores daquele país tenham perdido mais de US$ 343 milhões em 2002 com roubos de identidade, fraudes em leilões online e provedores de Internet temporários, bem como com os tradicionais esquemas de proteção ao crédito e apostas em corridas de cavalos pela rede. (segue)

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *