Internet é a mina de ouro dos anunciantes

02/09/2008

A internet abocanha pedaços cada vez maiores do bolo publicitário. No primeiro semestre, ultrapassou 3% de participação no mercado, alta de 45% em relação ao mesmo semestre de 2007, segundo dados do Internet Advertising Board (IAB). O índice ainda é tímido, mas mostra as possibilidades futuras.

A Microsoft passa por redirecionamento mundial no rumo da web, com a estratégia de oferecer softwares e serviços gratuitos com receita baseada na publicidade. Não divulga quanto de seu faturamento depende desse modelo, mas o foco ainda é a venda de softwares.

– Publicidade online é visão estratégica, que deve se refletir nos números do nosso próximo ano fiscal – prevê a diretora de marketing e negócios da Microsoft Brasil, Paula Bellizia.

No Yahoo!, os links patrocinados respondem por 95% do faturamento. No Google, 97%.

– O Brasil tem muito empreendedor. Com o link patrocinado, há uma inclusão digital das empresas na publicidade, porque é um modelo barato. Existe terreno para crescer. Há muitas empresas que ainda não fazem – diz o diretor de comunicação do Google Brasil, Félix Ximenes.

A companhia estuda o uso de seu carro-chefe no país para atrair novos anunciantes:

– O Orkut não tem publicidade, mas eventualmente isso vai acabar ocorrendo.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.