Intel planeja 1000 pontos de acessos sem fio no Brasil


13/03/2003

A Intel do Brasil planeja incentivar a criação de 1000 hotspots – pontos de presença nos quais usuários brasileiros poderão ter acesso à Internet a partir de redes sem fio baseadas no protocolo 802.11 – até o final deste ano. A estratégia servirá para disseminar o uso no Brasil da tecnologia móvel Centrino, lançada mundialmente nesta terça-feira (12/03). A solução inclui um novo processador para notebooks, chipsets e funções de rede sem fio 802.11(WiFi). Corporações como o Unibanco e a Gedas, braço de tecnologia do grupo Vokswagen, já são usuárias da nova tecnologia da Intel.

De acordo com Ernesto Watanabe, gerente de marketing da Intel do Brasil, a fabricante está negociando com as operadoras de telecomunicações – Telemar, Telefônica e Telesp Celular – além de redes de hotéis e aeroportos para validar o uso das redes sem fio. “A intenção da Intel é ampliar o uso da tecnologia sem fio. Já temos projetos piloto com a Oi, no Rio de Janeiro – shopping Cittá América, na Barra da Tijuca – e fizemos um teste com a Telesp Celular durante o SP Fashion Week. Acreditamos que com o Centrino disponível nos equipamentos, o interesse pela mobilidade crescerá”, adianta o executivo.

O presidente da Intel do Brasil, Carlos Kroknon, reforçou que a Intel Capital busca empresas no País que trabalhem com wireless, segurança e autenticação. A Intel Corp. lançou um fundo de US$ 150 milhões para disseminar o uso da tecnologia WiFi mundialmente. (segue)

IDG Now!

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.