Inflação na web é de 0,77% em dezembro


12/01/2005

Pela dinâmica do comércio virtual, que reverte em decisões tomadas e postas em prática numa fração de segundos e com um clique, fica fácil entender que este canal de vendas adquire vida própria, merecendo um índice que reflita todas as suas peculiaridades.

Desta forma, o PROVAR (programa realizado pela Fundação Instituto de Administração, instituição conveniada a FEA/USP), preocupado em acompanhar as tendências de varejo de bens, serviços e mercado de consumo criou, a partir da pesquisa sobre expectativas de consumo na Internet, o e-flation. Esse índice é monitorado desde janeiro de 2004. Abaixo há um gráfico do e-flation do ano.

Esta pesquisa do PROVAR revelou que, dentre os produtos adquiridos virtualmente, excluindo-se os automóveis, a cesta de bens é composta da seguinte maneira:
19,63% correspondem à categoria eletroeletrônicos;
19,59% à categoria livros;
19,59% à categoria CDs / DVDs;
15,03% à categoria informática;
14,19% à categoria linha branca;
11,97% à categoria produtos para casa.

A pesquisa também aponta, dentro de cada categoria, quais são as lojas virtuais mais procuradas. Estas se tornaram fonte para a coleta de dados mensais, com o intuito de se criar o e-flation. Os itens que compõem a cesta de cada uma das categorias são aqueles que, sendo os mais anunciados entre os sites mais procurados, compõem o que se chama de campeões de vendas.

A aferição da inflação para automóveis nas vendas on line é elaborada à parte, servindo como fonte de dados os sites das quatro maiores montadoras brasileiras. A cesta é composta pelos dois modelos mais populares de cada uma destas empresas, pois estes modelos são considerados os mais vendidos.

Nestas bases, chega-se a um e-flation de 0,77% para Dezembro de 2004. Pesou para o aumento do índice a inflação acentuada de 7,56% da categoria Eletroeletrônicos. O aumento foi atenuado graças à deflação verificada nas outras categorias: Livros com 5,36%; CDs e DVDs com 0,88%; Linha Branca com 3%; Informática com 0,37%; Produtos para Casa com 8,25%.

Sendo assim, e de acordo com a Série Histórica, temos um aumento dos preços em Dezembro em relação ao mês anterior. Considerando apenas a cesta composta por automóveis, o e-flation de Dezembro de 2004 é de 2,36%.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.