Índices VOL e B2BOL confirmam crescimento de negócios online


01/10/2004

A Camara-e.net e a E-Consulting® Corp. divulgaram o VOL® (Índice de Varejo Online) referente aos meses de Junho, Julho e Agosto de 2004 e o B2BOL® (Índice de B2B Online) referente ao 1º e 2º trimestres de 2004.

O comércio eletrônico no Brasil vem mantendo uma linha de crescimento contínuo e sólido, para surpresa de muitos. Se formos analisar seu desempenho, mês a mês, certamente encontraremos sazonalidades e oscilações, com quedas em alguns meses (fundamentalmente por conta do impacto de automóveis no todo, que representa, em média, 57%). Mas, ao contrário, se analisarmos o período dos últimos 12 meses, veremos que o Comércio Eletrônico no Brasil apresentou um crescimento da ordem de 58,4%, muito acima da grande maioria das atividades econômicas e modalidades de varejo no país.

O VOL® apresenta os volumes transacionados digitalmente no varejo, ou seja, o volume total das transações entre empresas e consumidores (B2C).

VOL-Autos

Em Junho, o VOL-Automóveis totalizou R$ 322,7 milhões – aumento de 53% em relação ao mesmo período de 2003 e em Julho, foi de R$ 293,8 milhões, representando um aumento de 50,2% em relação ao mesmo período do ano passado. As montadoras e revendedoras de veículos foram responsáveis por 57% do total do VOL®, em junho e 49%, em julho.

Em Agosto, o VOL-Automóveis totalizou R$ 367,9 milhões – aumento de 79% em relação ao mesmo período de 2003. As montadoras e revendedoras de veículos foram responsáveis por 51% do total do VOL®.

VOL-Turismo e Bens de Consumo
O VOL-Turismo e o VOL-Bens de Consumo (VOL-Sem Autos) movimentaram em Junho, respectivamente, R$ 101,2 milhões e R$ 141,4 milhões. O VOL-Turismo foi responsável por 18% do total do VOL®, ao passo que o VOL-Bens de Consumo por 25%. O VOL-Sem Autos cresceu 58% em relação a Junho do ano passado.

O VOL-Turismo e o VOL-Bens de Consumo movimentaram em Julho, R$ 148,1 milhões e R$ 164,3 milhões. O VOL-Turismo foi responsável por 24% do total do VOL®, e o VOL-Bens de Consumo por 27%. O VOL-Sem Autos cresceu 81,4% em relação a Julho do ano passado.

Em agosto, o VOL-Turismo e o VOL-Bens de Consumo (VOL-Sem Autos) movimentaram, respectivamente, R$ 84,5 milhões e R$ 267,6 milhões. O VOL-Turismo foi responsável por 12% do total do VOL®, ao passo que o VOL-Bens de Consumo por 37%. O VOL-Sem Autos cresceu 94% em relação a Agosto do ano passado.

O B2BOL® apresenta os volumes transacionados digitalmente entre empresas, seja em portais proprietários das companhias, seja em E-Marketplaces independentes.

O total de negócios B2B no 1º trimestre foi de R$ 38,2 bilhões, sendo que o B2B Companies, praticado via portais proprietários das empresas, alcançou R$ 29,8 bilhões e o B2B realizado em E-Marketplaces independentes atingiu R$ 8,4 bilhões no mesmo período.

O primeiro trimestre de 2004, se comparado ao primeiro trimestre de 2003, apresentou um crescimento de 12,3%, maior, portanto, que o crescimento econômico do país no mesmo período, o que quer dizer que a velocidade de migração dos negócios entre empresas para o universo online supera a velocidade de crescimento dos negócios como um todo.

No 2º trimestre o total de negócios B2B foi de R$ 53,8 bilhões, sendo que o B2B Companies, praticado via portais proprietários, alcançou R$ 42,8 bilhões e o B2B realizado em E-Marketplaces independentes atingiu R$ 11,1 bilhões no mesmo período. O crescimento apresentado foi de 41,1% em relação ao trimestre anterior

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.