IBM inaugura era do e-business on demand


20/02/2003

Em um esforço para ditar a agenda do mercado de Tecnologia da Informação (TI) pelos próximos anos, a IBM está apostando no conceito de “e-business on demand”. Em linhas gerais, a idéia é oferecer as condições necessárias para que os clientes possam usufruir da informática com a flexibilidade necessária para um ambiente de negócios que muda cada vez mais rápido.

Trata-se de uma estratégia ampla que permeará todas as áreas de atuação da big blue – hardware, software, consultoria e serviços em geral. Para vender o conceito ao mercado, a empresa faz, desde outubro do ano passado, um esforço mundial de marketing de nada menos do que US$ 500 milhões. Os respingos dessa verba no Brasil ficaram visíveis há cerca de 15 dias, quando a companhia começou a veicular sua nova estratégia.

O sócio da IBM Business Consulting Services, Sérgio Lozinsky, explica que e-business on demand não é uma revolução, mas uma evolução natural do e-business clássico. O conceito seria um desdobramento da busca por eficiência, que teve marcos como a “reengenharia” no início dos anos 90, os ERPs em meados da mesma década e o CRM em torno do ano 2000. (segue)

Ricardo Cesar

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *