Homens navegam e mulheres se comunicam na Web


18/01/2006

Os internautas compartilham muitos interesses em comum, mas os homens consomem mais notícias, ações, esportes e pornografia, enquanto que são as mulherem quem busca informação sobre saúde e religião. A conclusão é de uma pesquisa feito pela Pew Internet & American Life Project: os homens usam a Internet um pouco mais do que as mulheres. Eles se conectam com mais freqüência e passam mais tempo online, além de superar o número de mulheres que têm acesso a conexões de banda larga.

Também são os homens quem mais navega por prazer, com 70% deles admitindo que se conectam para passar o tempo – as mulheres que entram na rede para se distrair somam 63%. Os homens tendem mais que as mulheres a escutar música, ver sites que mostram imagens em tempo real via webcam e a pagar por conteúdo digital.

Entretanto, as mulheres estão recuperando terreno em várias das áreas medidas pela pesquisa, e o uso intensivo da Internet por parte das mais jovens sugere que algumas dessas diferenças serão cada vez menores.

Atualmente, já são as mulheres as principais usuárias de correio eletrônico, e normalmente elas vão além das simples respostas dadas por remetentes masculinos. Elas compartilham histórias, resolvem problemas e estendem sua rede de amigos e familiares.

Tanto os homens quanto as mulheres vêem na Internet uma fonte de informação e uma ferramenta de comunicação eficiente, disse Deborah Fallows, pesquisadora da Pew Internet & AMerican Life Projec e autora do estudo. Em geral, a porcentagem de homens e mulheres que usam a Internet é praticamente similar.

Em linhas gerais, 68% dos homens e 66% das mulheres dizem utilizar a Internet, frente aos 20% da população norte-americana que afirmou usar a Web num estudo realizado pelo mesmo instituto em 1995, quando os homens somavam 58% do público da Internet. As informações são do IBLNews.com.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.