Guerra cibernética está próxima, dizem especialistas No ratings yet.


29/10

Especialistas em tecnologia e segurança estão cada vez mais preocupados com a possibilidade de se travar uma guerra cibernética provocada por hackers muçulmanos ou à favor do islamismo, segundo o site MSNBC. Tal apreensão tem um motivo: os ataques de hackers motivados por questões políticas estão aumentando de forma considerável, segundo um relatório da empresa especializada em segurança mi2g publicado hoje.

A mi2g informou que, por enquanto, as invasões provocados por desentendimentos políticos contabilizam somente uma fração de toda a atividade hacker, mas alertou que esse quadro pode mudar em breve. Atualmente, grande parte dos ataques é atribuído a jovens do Brasil à Alemanha que querem chamar a atenção, de acordo com Dean White, coordenador do Sans Institute Internet Storm Center.

Dados do zone-H, site independente que monitora a atividade hacker, revelaram que as invasões a sites motivadas por assuntos políticos representam 11% do total. No entanto, a mi2g informou que tem notado um interesse cada vez maior de ativistas islâmicos em grupos de hackers. Todos se unindo em favor de um objetivo comum: todos são contra os EUA, o Reino Unido, a Austrália, a Índia e Israel.

A empresa revelou ainda que outubro foi considerado o pior mês para se detectar ataques pela Internet desde 1995. A estimativa é de que 16.559 invasões foram realizadas contra sistemas e sites no mês. Além disso, dos grupos de hackers ativos em outubro, três eram a favor do islamismo, segundo a mi2g.

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *