Grandes empresas não têm sites otimizados

11/03/2008

Entre os sites das 50 empresas que mais investem em publicidade, 68% não possuem títulos otimizados nas páginas de busca e 28% possuem títulos diferenciados, mas sem relação com o conteúdo da página. A lista é encabeçada por UOL, TV Globo, HSBC, Petrobrás e O Estado de São Paulo.

A conclusão é de um estudo da .Fox Networks, divisão online da Fox International Channels, que será divulgado no Proxxima – evento da publicação Meio&Mensagem destinado ao mercado online, que ocorre nos dias 11 e 12 de março em São Paulo.

“Títulos diferentes e relevantes ao conteúdo da página exibida são necessários para se obter uma maior probabilidade de figurar entre as primeiras posições dos resultados de busca”, analisa Bernardo Hohagen, diretor da divisão .FOX Networks no Brasil. Segundo o executivo, “a constatação de que apenas dois sites estão utilizando corretamente a ferramenta dos buscadores é surpreendente”.

Metatags
Outro dado interessante da pesquisa é referente às metatags, um importante indicador da presença de um trabalho de otimização dos títulos. Segundo o estudo, 66% dos sites das empresas analisadas não utilizam as metatags e somente 18% as utilizam corretamente (na home e nas páginas internas).

A potência dos sites das empresas ganha ainda mais força se estiver presente nas buscas realizadas nos buscadores. Entretanto, 46% das cinqüenta empresas que mais anunciam têm menos de 500 páginas indexadas ou listadas no principal buscador da web.

Links
Outra perspectiva da análise mostra a popularidade do link, que é um parâmetro que se mede em função da qualidade e quantidade dos links de um site. Utilizando esse padrão, o estudo indica que 60% dos sites das 50 empresas que mais investem em publicidade têm menos de 50 links aparecendo nos buscadores. “Além disso, apenas 12% possuem mais de 500 links, o que é baixo se analisarmos os universos de atuação dos sites”, aponta Hohagen.

Palavras-chave
Índices de outra categoria da pesquisa são ainda mais surpreendentes. Separando 15 palavras-chave que definem o core business de cada empresa, a .Fox verificou suas posições nos buscadores. O resultado indica que, apesar de 48% dos site analisados aparecerem nas primeiras páginas de buscas por setor, 44% sequer figuram entre os 20 primeiros resultados da busca.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.