GM bate recorde em vendas de carros pela web No ratings yet.


11/11

As vendas de carros pela internet da General Motors do Brasil bateram recorde em outubro, totalizando 11.326 unidades, quase o dobro de novembro de 2001. Desse volume, foram comercializados 9.560 compactos Celta – 87% das vendas totais do modelo no País. Produzido em Gravataí (RS), o Celta inaugurou as vendas nacionais de carros pela internet em setembro de 2000 e hoje é o mais vendido pela web no mundo.

A plataforma de vendas pela internet do Celta, desenvolvida pela EDS, uma das maiores prestadoras mundiais de serviços de tecnologia da informação, em parceria com executivos da montadora, foi tão bem sucedida que, em julho, quando o site foi totalmente reformulado, acabou sendo difundida como modelo de vendas globais pela web da General Motors. Desde o início, foram investidos US$ 10 milhões no projeto. Somente na reformulação do website, foi desembolsado US$ 1 milhão.

A EDS tem origem na própria montadora, que é seu maior cliente mundial. A importância do contrato com a GM é tanta que existe uma equipe da EDS dentro da fábrica da General Motors, em São Caetano do Sul (SP), acompanhando o site em período integral. Uma equipe de 272 funcionários da EDS trabalhou no projeto da plataforma de vendas on-line da GM, informa Fabio Marchiori, vice-presidente de operações da EDS na GM Mercosul. A empresa de tecnologia foi responsável pela integração do trabalho de 11 parceiros, entre os quais a IBM – responsável pelo hosting (hospedagem) do website. Os servidores do site estão baseados nos Estados Unidos.

A ferramenta de vendas pela internet é integrada automaticamente com os outros sistemas da montadora, como produção, distribuição, faturamento e logística. Com ela é possível localizar um veículo facilmente e informar, em tempo real, se há ou não disponibilidade no estoque da montadora ou da concessionária da marca.

A nova plataforma, desenvolvida por engenheiros brasileiros e norte-americanos, pode abrigar toda a linha da marca e já é usada nos EUA e no México. Atualmente, começa a ser utilizada na Europa e será difundida para todos os países em que a montadora atua.

Novos modelos

Além da nova apresentação, o site da GM passou a vender dois novos modelos. Em agosto, foi a vez do sedã Corsa Classic 1.0 e, em setembro, do compacto Novo Corsa. No último mês, 31% das vendas do Corsa Classic e 35% das vendas do Novo Corsa ocorreram pela web.

O grande chamariz da compra pela internet sempre foi o preço, uma vez que o carro é faturado pela montadora, evitando a cobrança em cascata do PIS e do Cofins. Mas mesmo com a entrada do imposto monofásico no dia 1º de novembro – que acaba com a diferença entre on-line e off-line – os preços continuam, em média, 8,5% mais baixos que na revenda. O Celta 1.0, quatro portas, por exemplo, custa R$ 15.980 (com frete incluso) para compra na internet, valor 13,3% menor que na concessionária. “Temos de incentivar as vendas pela web”, diz Mauro Pinto, o principal executivo de tecnologia, ou CIO, da GM Mercosul.

A atual preocupação da GM é preparar um site de pós-venda, responsável pelo suporte ao atendimento na revisão, como os agendamentos. Além disso, Pinto está em busca de ferramentas de CRM (relacionamento com o cliente) para traçar uma estratégia no sentido de manter o cliente fiel à marca. Nessa linha, a francesa Peugeot começa a colher bons frutos com o projeto de fidelização desenvolvido pela Modem Media.

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *