Globo.com aposta na convergência digital


30/052005

A estratégia do provedor de internet Globo.com está cada vez mais voltada à banda larga. Para isso, aposta as suas fichas na convergência das mídias digitais e desenvolve produtos voltados para equipamentos que vão além do computador doméstico conectado à internet. Um deles está em teste há menos de um mês e conta com a parceria inicial de duas operadoras de telefonia móvel: Claro e Oi.

Trata-se da oferta de download de vídeo no celular, recurso disponível para os portadores de celulares de última geração. Desde 23 de abril, quando iniciou o Campeonato Brasileiro de Futebol, o usuário pode baixar gols do campeonato no celular por R$ 2 por vez, tarifa para clientes pós-pagos, segundo dados da Claro. O download de tom polifônico custa R$ 3 e o de música em formato MP3, R$ 4,50. “Por enquanto é um teste. Dependendo dos resultados, iremos ampliar a oferta de vídeos para download”, diz o diretor de marketing da Globo.com, Frederico Monteiro, acrescentando que a empresa está em negociação com as demais operadoras de celulares do País – Vivo, TIM e BrT GSM.

A estratégia voltada para a banda larga da Globo.com começou em 2003, quando reformulou seu portal, criando o Globo Media Center (GMC), central para downloads da programação da TV aberta e cabo para banda larga. “Estamos em busca da convergência com outras fontes e preparamos também um novo portal de notícias em vídeo para o segundo semestre”, disse o executivo.

Naquela época, foram investidos R$ 20 milhões para a criação do GMC, que conta com um storage com 5 terabytes de imagens – cerca de 50 mil arquivos. E, a cada dia, 500 novos produtos são digitalizados. O impacto dessa reformulação e mudança de estratégia é constatado na audiência do site. Em março de 2003, a Globo.com registrava 5,48 milhões de visitantes no GMC, segundo dados de Monteiro. Esse volume saltou para 8,3 milhões em março de 2004 e para 10,3 milhões neste ano. A Globo.com foi uma das últimas a entrar no mercado e hoje tem uma base atual com 300 mil assinantes, dos quais 75% são usuários de banda larga. Para este ano, a previsão é alcançar 350 mil assinantes.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.