Gartner prevê futuro da tecnologia em 2010


19/12

Com a proximidade do fim de 2002, é época de especialistas em Tecnologia da Informação fazerem suas tradicionais previsões para o futuro da tecnologia. O Gartner não é exceção e também mostrou seus “Principais Avanços em Tecnologia” para o período que vai de 2003 a 2012. O que esperar dos próximos anos? Bem, não é surpresa que o Gartner não coloca o desktop como o centro da infra-estrutura de tecnologia pessoal, porém vê o futuro em torno dos aparelhos portáteis e sem fio que permitem acesso contínuo à banda larga em qualquer lugar. “O mundo com fios vai dar lugar ao sem fio principalmente entre 2007 e 2010”, antecipa o relatório do Gartner.

Fabricantes já começam a brincar com aparelhos inteligentes em diversos formatos, como o Tablet PC, Smartphones e Smart Display, vindos do lado da Microsoft. O Gartner vê essa tendência ficar forte e mais intuitiva no futuro, com o “poder de computação embutido em objetos e lugares do dia-a-dia”.

Se você pensa que os anúncios na Internet já são irritantes, o cenário não poderia ser pior, já que os executivos de marketing do futuro vão usar tecnologias invasivas e espertas em aparelhos. O Gartner crê que o ambiente será como o do filme “Blade Runner”, com computadores onipresentes e telas por todos os lados, de lojas a pacotes de produtos.

Graças às redes sem fio, ficaremos conectados a aparelhos “vestíveis” (wearable computers) e, com isso, o Gartner acredita que as transações automáticas feitas por meio eletrônico – de check-in em hotéis ao planejamento de viagens, incluindo micropagamentos feitos por carteiras eletrônicas baseadas em contas de telefones celulares.

Por causa das mudanças no modo como a tecnologia será usada, o tamanho físico vai mudar a forma de colocarmos dados nos aparelhos. O Gartner parece acreditar que Bill Gates será um vencedor com as aplicações de tinta digital usadas no Tablet PC, embora o reconhecimento de fala complemente isso — quando esses aparelhos eletrônicos chegarem de fato à vida cotidiana.

Meios alternativos de energia serão necessários para manter tais aparelhos móveis em funcionamento, com o Gartner afirmando que as “fuel cells” (que trabalham sem recarga) serão uma opção. Mas a tecnologia não vai mudar apenas nossas vidas pessoais. O Gartner acredita que as práticas de trabalho se transformarão com o reconhecimento de um maior foco em trabalhadores empregados globalmente e conectados por Internet em alta velocidade.

“A noção de escritório como um lugar fixo vai dar espaço a uma situação onde escritório é apenas o ato de prestar atenção ao trabalho por meio do acesso contínuo”, finaliza o relatório.

[ Ursula Seymour, PC AdvisorCom tradução de PC World ]

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.