Empresário vê na Internet uma ameça aos shoppings


10/01/2006

O crescimento de 80% no comércio eletrônico deste Natal sobre o anterior – mesmo ainda concentrado na faixa de renda média – já representa uma preocupação para a indústria de shopping centers do País. A opinião é do empresário Paulo Pretto, diretor da Store, empresa canoense que administra alguns centros comerciais e foi divulgada pelo jornalista Afonso Ritter na sua coluna no Jornal do Comércio desta segunda-feira, 09.

“O comércio eletrônico já possui uma fatia suculenta de 16% deste mercado e a tendência é abocanhar ainda mais”, avalia Pretto, que opina que o contra-ataque dos shoppings é viabilizar aos clientes uma real experiência de compra, envolvendo entretenimento, lazer e sobretudo atendimento personalizado.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.