Empresa avalia adesão pela Web


28/09/2004

Empresas como Cultura Inglesa, Eletropaulo, Sadia e Atrium Telecom fazem parte do grupo de clientes da ADP – empresa de desenvolvimento de soluções para Folha de Pagamento e Recursos Humanos -, que migraram para a solução Expert. “Todo o processo necessário para a implantação do novo sistema ocorre com agilidade e segurança. A migração é trabalhada cliente-a-cliente, sempre procurando ressaltar a inovação e os benefícios práticos que se dispõe: economia de tempo, redução de custos, acesso imediato via web e em tempo real”, comenta o diretor de marketing da ADP, Luiz Henrique de Oliveira, que está divulgando um balanço que revela o índice de aceitação da solução Expert no mercado brasileiro.

O processo todo de migração leva em média oito semanas. Tudo depende do porte do cliente, de sua complexidade e do tamanho da transformação, porque pode envolver mudança de cultura e, conseqüentemente, treinamento com os funcionários, uma vez que esses passam a ter um portal de serviços à sua disposição para realizarem suas requisições de forma interativa. Em apenas dois anos, 60% da sua base de clientes da ADP já migraram para o sistema via internet e a expectativa da empresa para o início do ano fiscal 2005 – a partir de julho/04- é efetivar as vendas do up grade em 80% dos clientes, para que em novembro 100% de sua base já esteja operando no ADP Expert.

Segundo o diretor de marketing da ADP, Oliveira, esses dados revelam não só a disposição dos clientes em inovar e melhorar os processos administrativos internos, como também mostram a transformação cultural na gestão das organizações brasileiras. “A busca da competitividade e excelência em recursos humanos, por meio da redução de custos e do acesso à tecnologia, está transformando a delegação de processos em uma prática comum”, afirma. Essa tendência já foi antecipada por várias empresas de pesquisa -como Gartner Group, Meta Group e Yankee Group- que previram taxas de crescimento da ordem de 30 a 35% para os serviços de terceirização baseados em tecnologia nos países da América Latina. (segue)

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.