e-ebit publica perfil do e-consumidor No ratings yet.


07/07/2004

Fala-se diversas vezes sobre o desenvolvimento do setor de compras online e das lojas virtuais no Brasil, mas pouco se comenta sobre os clientes dessas lojas.

Hoje, já existem mais de 2,6 milhões de pessoas que fizeram pelo menos uma compra online. Apesar de parecer volumoso, ainda é muito pouco para o potencial do canal. Ainda mais se levarmos em conta que hoje já existem cerca de 20 milhões de internautas no Brasil. Ou seja, apenas 12% das pessoas que podem navegar pela Internet realizaram uma compra pela rede.Então, vamos conhecer um pouco mais sobre os clientes das lojas virtuais:

A renda média familiar do e-consumidor é de R$3.900,00 e se divide da seguinte maneira: Cerca de 37% tem renda familiar entre R$3.000,00 e R$8.000,00. Já, a parcela com renda entre R$1.000,00 e R$3.000,00, também tem uma grande participação no mercado, representando cerca de 31%. Do total de e-consumidores, 5% têm renda familiar menor que R$1.000, já 9% ganham mais de R$8.000 e 19% preferem não dizer (mesmo assim, a maior parte dos que preferem não dizer a renda são das camadas que têm um maior poder aquisitivo).

A parcela compreendida entre os 25 e 49 anos de idade é esmagadora maioria entre os consumidores das lojas virtuais, sendo 71% da população que realiza compras pela Internet. O estudo mostra também que apenas 1% dos consumidores tem até 17 anos e 12% têm entre 18 e 24 anos. Outros 12% têm de 50 a 64 anos e apenas 1% tem mais de 65 anos. 2% preferiram não responder. Quando estimada a idade média do consumidor das lojas virtuais encontramos um número entre 34 e 35 anos.A grande maioria tem pelo menos nível superior completo (57%), sendo que 21% possuem também uma pós-graduação.

Mais um dado sobre os consumidores das lojas virtuais é que os homens têm um maior hábito de comprar pela Internet. Em média 60% das pessoas que costumam comprar pela rede são do sexo masculino, contra 40% do sexo feminino.

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *