E-commerce fora de casa No ratings yet.

03/03/2008

A Saraiva, uma das maiores livrarias do país, estava perdendo tempo e dinheiro ao operar por conta própria toda a infra-estrutura de seu ambiente de comércio eletrônico. Com o crescimento do negócio virtual – que representa 30% do faturamento da companhia –, a TI tinha que se desdobrar para comprar e administrar cada vez mais servidores e links. Além de lotar espaços físicos, os profissionais de TI andavam sobrecarregados e sem tempo para cuidar de projetos estratégicos da empresa. Sob pressão, César Groh, diretor de TI e logística da Livraria Saraiva, decidiu partir para a terceirização. Em outubro de 2006, foi fechado um contrato de quatro anos com a Diveo, que assumiu os serviços de hospedagem (parte dos servidores em regime de hosting dedicado e o restante em colocation monitorado), backbone de internet, circuito VPN MPLS para gerenciamento remoto, ferramentas de monitoramento online de aplicações e gerenciamento estatístico. “No começo, o custo ficou um pouco mais alto, mas depois de seis meses e com a oferta de serviços agregados, agora registramos uma economia de 15% a 20% com a infra-estrutura”, diz Groh. A equipe de TI também ganhou tempo para cuidar do atendimento das lojas e de soluções para gestão da livraria.

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *