E-commerce abre as portas do desenvolvimento


20/11/2003

O comércio eletrônico abrirá novas perspectivas para os países em desenvolvimento se as telecomunicações forem liberalizadas e se forem realizados investimentos em infra-estrutura e em formação, afirma um relatório divulgado hoje, quinta-feira, pela Conferência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento (Unctad).

O relatório anual sobre o comércio eletrônico ressalta a necessidade de reformar e liberalizar o setor das telecomunicações, do comércio e das finanças, como uma das premissas para melhorar as oportunidades oferecidas pelas Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC). O documento reconhece que “essa estratégia pode afetar a coesão social se não for acompanhada de medidas que remediem” os descompassos que podem surgir entre a população e as áreas afetadas.

“Não se trata apenas de liberalizar as telecomunicações mas a economia em geral”, afirmou o subsecretário geral da Unctad, o chileno Carlos Fortín, em uma entrevista coletiva, na qual disse que essa estratégia permite o desenvolvimento das TIC.

Fortín reconhece, no entanto, que esse tipo de estratégia costuma ser acompanhada de “um período transitório de dificuldades” que devem ser compensadas com a ajuda do Governo. O representante da Unctad afirmou também que existe uma falta de consciência em alguns países em desenvolvimento sobre o potencial do comércio eletrônico e de maneira geral das TICs.

“Os países em desenvolvimento ainda não viram suficientemente as vantagens que oferecem” as Tecnologias de Informação e Comunicação, declarou Fortín e exortou os governos e as empresas particulares a trabalharem conjuntamente para utilizarem esse “poderoso instrumento”, disse. (segue)

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.