Dia das mães agita comércio eletrônico que deve crescer 50%

15/04/2008

A data mais aguardada pelo mercado varejo no primeiro semestre, deve ter um aumento siginificativo nas vendas on-line, segundo dados de pesquisas realizadas por empresas especializadas no setor. A expectativas é que as vendas batam recordes e que a data se firme como de grande movimento comercial, ficando atrás somente do natal. O primeiro trimestre deste ano as vendas pela intenet chegou a R$ 1,2 bilhões, 53% a mais do que no mesmo período do ano passado.
    
Na data há um aumento nas vendas de produtos característicos como cestas de café da manhã, perfumes e cosméticos, flores, eletrodomésticos e eletrônicos como televisores e aparelhos de som, além de Cds e livros, campeões nas vendas on-line.
    
Esse é o período ideal para as empresas lançarem novos produtos no mercado, como celulares, maquiagens, roupas, eletrodomésticos entre outros, direcionados ao público feminino.
    
“O que deve alavancar as vendas on-line no mês das mães é o crescimento da participação dos consumidores das classes C e D no varejo eletrônico, graças às facilidades de compra de computadores através de financiamentos, e às promoções das operadoras de telefonia e provedores de conteúdo para distribuição massificada de modens de banda larga” afirma Márcio Morais, presidente da Kobi System, empresa carioca especializada em comércio eletrônico.
    
Depois de uma década o comércio online começa a atingir a sua maturidade e os e-comsumidores estão mais confiantes, quebrando o tabu de comprar pela internet.
    
Um estudo realizado pela empresa britânica TNS, líder mundial no segmento de pesquisas customizadas, detectou nos últimos anos um crescimento expressivo no poder de compra das crianças latino-americanas. Realizado em cinco países – Brasil, Argentina, Chile, Guatemala e México – com mães e filhos de até nove anos, o levantamento qualitativo constatou que esse movimento está diretamente relacionado às mudanças estruturais das famílias.
    
As crianças de hoje, segundo a pesquisa, têm um perfil bem diferente das que nasceram na década de 90. Elas começam a ter noções de conceitos como pobreza, riqueza e dinheiro e revelam preocupação com o aquecimento global e as ações predatórias da natureza, indícios de que serão consumidores mais conscientes no futuro.
    
A grande vantagem do comércio virtual é a autonomia que os filhos passam a ter para comprar o presente para sua mãe, pesquisando preços e produtos, além de poder comprar via boleto bancário, que é um grande aliado nas compras virtuais.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.