Descubra novas opções de sites de busca

21/12/2007

As opções de buscadores mais usadas são aquelas generalistas: Google, Yahoo, Live Search, ASK, que vasculham a web de uma forma geral, sem nenhum refinamento apurado e nem restrição aplicada. Na chamada web semântica, surgem mecanismos de busca que requisitam conteúdo interativo em outros formatos de arquivos além do HTML: vídeo, áudio, apresentações de trabalho, documentos PDF, fotos de alta definição, podcasts, feeds, além de conteúdo para aparelhos móveis como smartphone, ipod, pda, entre outros.

A Internet passa atualmente pelo seu momento 2.0, a chamada "Internet Viva", na qual as redes sociais entraram em cena, os blogs despontaram como a nova mídia de informação e interação em massa e a "cauda longa", auxiliada pelo marketing viral, passou a enfatizar a criação de produtos e serviços cada vez mais específicos, para um público mais exigente e participativo, ansioso para aproveitar a inteligência gerada coletivamente.

Segundo Eduardo Favaretto, especialista em Internet e fundador do iBUSCAS, diante deste novo cenário, é possível considerar que o setor de buscas na Internet ainda está na sua infância, com muitas oportunidades a serem exploradas. "Os novos buscadores consideram três apelos principais: melhoria da tecnologia, da interface do usuário e da especificidade dos resultados", diz.

Ele cita exemplos da nova geração de buscadores: "O Snap (www.snap.com), que no resultado das buscas mostra instantaneamente um preview do site relacionado, dispensa o clique do usuário para visitá-lo e torna possível votar quanto à qualidade do link: útil (Perfect) ou inútil (Junk)".

Eduardo informa que pela Web Semântica, uma forma de pesquisar por significados, o Hakia (www.hakia.com) é uma opção. "Você pode procurar por perguntas, sentenças, frases ou palavras-chaves", garante.

Favaretto aponta o Clusty (www.clusty.com), que chama atenção pelo método de considerar relevantes os fragmentos do resultado de cada busca, conhecido por clustered search ou clustering engine. "Ele analisa os primeiros links (entre 200 a 500) que resultaram de uma busca do usuário e mostra os principais temas, agrupados por pastas e subpastas. Similarmente no SRC Beta (rwsm.directtaps.net), pesquisadores da Microsoft também experimentam esta tecnologia, ainda não disponibilizada nos produtos da empresa, que optou pelo lançamento do Live Search (www.live.com)".

O SearchMash (www.searchmash.com) é uma iniciativa do Google. Numa pesquisa típica, uma barra lateral permite estendê-la a consultas relacionadas a imagens, a blogs, a vídeos e a wikipedia, num único clique.

Segundo Favaretto, o fundador da Wikipedia, Jimmy Wales, em http:// search.wikia.com/wiki/Search_Wikia convoca toda a comunidade para ajudar na criação de um mecanismo de busca com código aberto "que mude tudo" – conforme o jargão da logomarca do serviço, ainda sem nome oficial. Há ainda o WikiSeek (www.wikiseek.com) que já faz uso dessa extensa base de informações.

O Powerset (www.powerset.com) promete como diferencial,e um novo sistema que "entenderá" o significado das palavras-chaves buscadas, criando novos inter-relacionamentos entre elas.

O ChaCha (www.chacha.com) dispõe de guias humanos para atender os usuários. "Se você faz uma busca e não está feliz com o resultado obtido, pode clicar num botão para conectar-se via chat em tempo real com um guia humano que prestará auxílio", informa Favaretto.

Já o metabuscador DogPile (www.dogpile.com) reúne numa única ferramenta de busca, acessos simultâneos a diversos bancos de dados, quase sempre retornando uma página com o mix dos resultados encontrados, de forma prática e resumida.

Eduardo ainda indica outros mecanismos como: o Truveo (www.truveo.com) para baixar vídeos, o Kartoo (www.kartoo.com), um metabuscador que inova no visual gráfico, o Ditto (www.ditto.com) para localizar fotos, o Boing (www.boing.mobi) buscador para aparelhos móveis, o AnswerBus (www.answerbus.com ) buscador por linguagem natural (NLP), o Ms. Dewey (www.msdewey.com) um viral da Microsoft como um buscador com visual interativo, o Seeqpod (www.seeqpod.com) ou Musicovery (www.musicovery.com) para arquivos de áudio.  

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *