De férias, mas online

19/12/2007

O período de férias chegou. Muita gente já está fazendo as malas, comprando passagens, dando aquela revisão no carro… Mas vem cá, você já pensou em como irá se conectar no seu local de destino, ou mesmo no trajeto para chegar até lá?

Pode parecer excentricidade, mas há quem não consiga ficar sem checar e-mails, ler notícias, postar em blogs, etc., mesmo na hora do descanso. Existem ainda as pessoas que costumam viajar bastante à trabalho. Para muitas delas, a conexão com a rede é primordial.

O executivo Renê de Paula, de 43 anos, resume bem os dois perfis. Ele trabalha em uma multinacional de softwares e já esteve até na China. Na folga, também viaja. Nestas férias, irá para a Argentina com os amigos. “E sempre levo as minhas ‘tranqueiras’ digitais comigo.”

Por quê? Além do trabalho, ele tem um podcast e modera uma lista de discussão. “Preciso estar online.”, diz. Na bagagem, celular, smartphone, câmera, GPS, notebook e um monte de cabos. “Para me conectar, prefiro o acesso via celular.”

Estar conectado na viagem não é só ter um notebook. É preciso pensar em detalhes. Desde quais cabos levar até como regarregar a bateria. E a conexão com a web? Dependendo de onde você for, a melhor solução é o Wi-Fi. Em outros casos, o acesso do hotel. Há ainda a conexão via celular, mais disponível, que pode ser usada até no carro.

Uma vez conectado, você pode usar seu celular, o notebook ou mesmo o smartphone para se localizar por meio de mapas online. Se não conhecer o destino, é uma mão na roda.

Nas páginas 4 a 7, o Link traz um guia com tudo para você conseguir se localizar e não ficar desconectado nas férias. Lógico, se isso for o seu caso. Há quem ainda prefira ficar no sossego e bem longe de tudo.

Jocelyn Auricchio e Rodrigo Martins

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.