CRM – Não há o que temer!

Quando surge uma nova sigla no mundo, existe uma curiosidade natural das pessoas em conhecer o seu significado. Algumas teorias no Universo, dizem que sempre voltamos ao ponto de partida em relação as atividades que realizamos, e eu começo a acreditar que isso seja uma verdade.Em 1954 quando muitos de nós não éramos nascidos, o mago da administração Peter Drucker escreveu que o “verdadeiro negócio de todas as companhias é feito para manter consumidores”. Então não temos nada de novo na ciência de gerenciamento das empresas, e o CRM é mais uma sigla que surgiu para se juntar a tantas outras. Eu me sinto de volta as minhas origens quando lembro do armazém de meu pai, filho de imigrantes italianos, que com o curso primário manteve seu negócio durante 55 anos, sabendo que a razão da continuidade do seu negócio estava em manter seus clientes.Podemos deduzir então que CRM (Customer Relationship Management) que para nós pode ser traduzido como gerenciando o relacionamento com clientes, é uma sigla nova para algo que existe há muito tempo. Mas os tempos mudaram, os processos evoluíram, temos a tecnologia à nossa disposição, embora quando vejo o número de empresas e produtos que levam a sigla CRM, fico realmente assustado, mesmo vivendo nesse meio e sendo um profissional da área de tecnologia. Fico imaginando o que passa pela cabeça de um empresário que está querendo melhorar o relacionamento com seus clientes e encontrar uma forma de fidelização. É certo que nos dias de hoje os volumes de informações são enormes e temos que utilizar a tecnologia para atingir nossos objetivos. Antes de tudo isso se transformar em uma Torre de Babel, faça um pequeno diagnóstico da sua empresa respondendo as seguintes questões:- Sua empresa possui uma base de dados de clientes confiável ?- Como estão sendo feitos os relacionamentos no dia de hoje ? – Como sua empresa é vista pelos seus clientes ?- Sua empresa realmente conhece seus clientes ?Essas simples questões nos trazem a realidade. Faça essas perguntas sempre que sentir que as soluções propostas estão tomando um rumo diferente. Existem empresas que praticam CRM naturalmente, e para essas empresas não há o que temer. Venâncio De Léo (Consultor da VLC)

Please rate this

 
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *