Crescimento de vendas on-line estimula uso de cartão de crédito na rede

15/03/2010

No ano passado, o Brasil atingiu a marca de 66,3 milhões de pessoas com acesso à internet, de acordo com dados do Ibope Nielsen Online. Diante disso, as expectativas para o varejo virtual são cada vez melhores. De maneira geral, o aumento das vendas no e-commerce também reflete no aumento do uso dos cartões de crédito – meio de pagamento mais comum em lojas virtuais.

Para se ter uma ideia do “boom” do comércio eletrônico, somente os pagamentos de vendas on-line com cartões Visa registraram aumento de 42% no ano passado, considerando as regiões da América Latina e Caribe. Até dezembro, as transações com cartões da marca atingiram US$ 10 bilhões. “Entre as muitas variáveis que impactam esse crescimento, nossas prioridades são proteger as transações on-line e permitir uma maior conveniência tanto para os portadores de cartão como para os comerciantes”, afirmou, por meio de nota, o diretor de Produtos da Visa América Latina e Caribe, José Maria Ayuso.

A empresa considera que o aumento da utilização de transações on-line deve-se à inclusão de grandes varejistas no universo on-line brasileiro. O mesmo considera José Calazans, analista de mídia do Ibope. Para ele, lojas como Americanas, Ponto-Frio, Wall-Mart e Casas Bahia estão “puxando a audiência”. Porém, outros fatores também influenciam o aumento das transações on-line por meio da moeda de plástico.

Concorrência e disposição para gastar
A inclusão cada vez maior de pessoas na rede é um dos principais fatores do aumento da audiência de sites de comércio eletrônico. A Visa considera ainda que a migração para a conexão banda larga e a maior penetração de computadores nos lares incentivarão ainda mais o crescimento do comércio eletrônico e, por consequência, o uso do cartão de crédito.

Mas não é só isso. Para o presidente da e-bit, Pedro Guasti, neste ano, o aumento da concorrência entre as varejistas trará descontos e promoções aos clientes, elevando as vendas via web. Se as expectativas vingarem e houver de fato um aumento do acesso à rede, previsto com programas de incentivo, como a banda larga popular, por exemplo, a utilização de cartões para pagamentos de compras on-line também deve subir.

Também porque os brasileiros estão dispostos a gastar na rede. De acordo com pesquisa realizada pela Provar e e-bit, no primeiro trimestre deste ano, 86,8% dos consumidores paulistas pretendem comprar pelo menos um item dos segmentos consultados na web. Na comparação com o trimestre anterior, houve aumento de 0,9% na intenção.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.