Crescem os números do comércio eletrônico brasileiro em 2006

08/12/2006

O mercado brasileiro deve alcançar 810 milhões de reais somente com bens de consumo neste natal. A previsão é da consultoria E-Consulting e da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Câmara-e.net), que revelam ainda que a previsão para o total de vendas no varejo online neste ano chega a 13,3 bilhões de reais.

Segundo as empresas, que somaram no cálculo as transações de automóveis, turismo e bens de consumo (lojas virtuais e leiloes para pessoa física), apontam um aumento de 34,3% em relação a 2005 e o equivalente a cerca de 3,5% do varejo no Brasil, de acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A E-Consulting e a Camara-e.net dizem ainda que o varejo online chegou a 9,9 bilhões de reais em 2005, o que já antevia o crescimento, já que o movimento em 2004 havia sido de 7,5 bilhões de reais em 2004.

Natal
Especialmente para a data mais agitada para o comércio, o varejo online bens de consumo deve bater um recorde de crescimento este ano, podendo alcançar 810 milhões de reais. Para 2007, as estimativas são de que o segmento bata a casa dos 17,4 bilhões de reais.
A consultoria e a Câmara-e.net apostam também no aumento do número de compradores – 5,7 milhões – e a previsão para o ticket médio anualizado é de que chegue a 313 reais em 2006.

B2B
Em 2006, o total movimentado pelo comércio entre empresas – business to business online (B2BOL) – foi de 352,4 bilhões de reais, segundo o estudo da consultoria E-consulting.
O setor, que trimestralmente tem medidos seus volumes transacionados digitalmente entre empresas por meio de portais e intermediários, registrou crescimento de 31,6% contra os 267,6 bilhões de reais de 2005.

O B2BOL Companies – praticado entre as 30 maiores empresas do País – representa 85% de toda a movimentação brasileira entre as empresas e suas cadeias e deverá alcançar neste ano 278,8 bilhões de reais, contra 212,3 bilhões de reais em 2005. Já o B2BOL realizado entre e-marketplaces independentes – os chamados mercados digitais intermediários – chegará a 73,5 bilhões de reais no mesmo período. Em 2005, este valor foi de 55,3 bilhões de reais.

A E-Consulting acredita que a expansão do B2BOL superou as expectativas do mercado e reflete o aumento do número de transações comerciais entre empresas, resultado da confiança na economia brasileira e seus indicadores sólidos.

Site relacionado: www.e-consultingcorp.com.br

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.