Cresce volume de compras eletrônicas no setor público


06/052/005

O setor público brasileiro movimentou, no mês de março, R$ 84,3 milhões em compras públicas realizadas via Internet, segundo apuração do projeto e-Licitações, índice mensal desenvolvido por Florencia Ferrer Pesquisa & Consultoria em parceria com o Núcleo de Estudos e Desenvolvimento em Governo Eletrônico (Ned-Gov/FUNDAP-FAPESP) e divulgado em conjunto com a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Camara-e.net).

O volume de transações cresceu cerca de 25% com relação a fevereiro, cuja movimentação foi de R$ 64,83 milhões. As compras pela Internet representaram 1,8% do valor total comprado em bens e serviços pelos governos federal, estadual e municipal em março.

Em 2004, o índice e-Licitações apurou que o valor comprado via Internet pelo setor público foi de R$ 1,3 bilhões, o que representa 1,2% do montante total de produtos e serviços adquiridos no ano.

Para o diretor de operações da Consultoria, Cristian Lima, apesar de no início de ano os dados estarem no mesmo patamar de 2004, há uma grande expectativa pelo aumento do volume das transações on-line. “Os motivos são: uma previsão de aumento de 150% no site de licitações do Banco do Brasil, uma maior utilização do pregão eletrônico no Comprasnet do governo federal e o lançamento efetivo no Estado de São Paulo do Pregão Eletrônico”.

O índice apura a soma do valor negociado através de licitações que têm todas as suas etapas da compra executadas via internet: publicação de editais, convites a participantes e execução dos lances. Desenvolvido desde março de 2004, o índice leva em consideração uma amostra formada por Pregões Eletrônicos realizados nos sites Comprasnet e Licitanet (Governo de Minas Gerais), BEC no Estado de São Paulo, Pregões Eletrônicos realizados por órgãos de administração direta e indireta, através do Licitações-e do Banco do Brasil, site ComprasRS, no Rio Grande do Sul, Compras eletrônicas das cidades de São Bernardo do Campo – SP, Jundiaí – SP, Itajaí – SC e Florianópolis – SC. Essa amostra representa, respectivamente, 100% do universo de compras eletrônicas no nível federal, 50% estadual e 60% municipal.

“Os sistemas públicos de compras representam um grande incentivo à digitalização das pequenas empresas”, afirma o diretor executivo da Camara-e.net, Cid Torquato. “Estimamos que mais de 80 mil empresas já participem em processos dessa natureza, em marketplaces públicos e privados”, conclui.

Please rate this

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.